terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Supermercados alertam para escassez de produtos frescos no Reino Unido

 

Se proibição de circulação imposta pela França continuar haverá escassez de produtos.

© Getty Images

Supermercados no Reino Unido alertaram os clientes que, dentro de dias, poderá haver falta de legumes e frutas devido à proibição de circulação para o Reino Unido imposta pela França, e que inclui tanto a movimentação de passageiros, como o transporte de mercadorias, seja ferroviário, aéreo ou marítimo.


A decisão foi anunciada depois de as autoridades britânicas terem divulgado a detecção de uma nova variante do coronavírus.

De acordo com o The Guardian, o ministro do Ambiente britânico, George Eustice, organizou uma reunião de emergência com os responsáveis pelos supermercados para discutir a situação.

Os varejistas informaram que produtos de um tradicional almoço de Natal, como batatas, ervilhas, couve-de-bruxelas e peru estão assegurados, uma vez que são majoritariamente produzidos no país. Contudo, o mesmo não se aplica a produtos frescos como legumes e frutas.

"Se nada mudar, vamos começar a ter falta de alfaces, brócolis e couve-flor - todos eles importados da Europa nesta altura do ano", alertou um porta-voz da cadeia de supermercados Sainsbury’s.

"Esperamos que o governo britânico e francês consigam chegar a um acordo que priorize a passagem imediata de produtos", opinou.

Na terça-feira os cerca de mil caminhoneiros que passaram a segunda noite no interior dos veículos parados no condado de Kent, sudeste de Inglaterra, continuam à espera que a França reabra a fronteira do túnel do Canal da Mancha, encerrado devido à pandemia de Covid-19.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo