terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Rio de Janeiro. Alguns hospitais sem roupa de cama por falta de pagamento

 

A dívida total é de 2,5 milhões de reais.

© Reprodução


A cidade do Rio de Janeiro já defendeu que está em processo de contratação de outra empresa até que sejam aclaradas as dívidas à empresa em questão, que retirou as roupas das unidades de saúde.

Segundo matéria divulgada pela Globo no final de semana, havia pacientes internados em 16 unidades de saúde do município do Rio de Janeiro que estavam sem roupa de cama desde a sexta-feira anterior porque a empresa que a fornece não foi paga.

A publicação indica que a empresa em causa é a São Geraldo Higienização e Nutrição, que retirou lençóis, fronhas, cobertores, batas de pacientes e dos profissionais de saúde de mais de uma dezena de unidades de saúde, por falta de pagamento.

Segundo a empresa, desde junho que a RioSaúde, empresa pública do Rio de Janeiro, não paga pelos serviços. A dívida total é de 2,5 milhões de reais.

Jornal indica que há doentes a levar a sua própria roupa de cama© Reprodução

A São Geraldo Higienização e Nutrição indicou, ainda, que se não for feito o pagamento referente aos serviços nos hospitais Ronaldo Gazolla e Rocha Faria até dia 30 de janeiro, cerca de 50 toneladas de roupa serão retiradas dessas unidades.

Sublinhe-se que o Hospital Ronaldo Gazolla é a referência no tratamento de pacientes Covid-19 no município do Rio de Janeiro.

A secretaria municipal de Saúde informou, em resposta, que a nova gestão encontrou a RioSaúde sem fundos para cobrir as obrigações financeiras e com pagamentos atrasados em vários contratos. Informou, ainda, que está sendo feito um levantamento para identificar o montante das dívidas e que está em processo de contratação para a substituição da empresa São Geraldo Higienização e Nutrição enquanto a questão é resolvida, para que a interrupção do serviço seja minimizada.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo