domingo, 12 de dezembro de 2021

Mortos por tornados nos EUA passam de 90, e equipes buscam sobreviventes

O governador do Kentucky, Andy Beshear, afirmou que a amplitude dos danos tornou a operação de resgate um desafio em seu estado, onde foram relatadas 80 mortes -um número que deve aumentar

© Getty Images

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Equipes de resgate retomaram as buscas por sobreviventes nos Estados Unidos neste domingo (12), depois que uma série de tornados atingiu ao menos seis estados, deixando mais de 90 mortos e um rastro de edifícios reduzidos a escombros.

O governador do Kentucky, Andy Beshear, afirmou que a amplitude dos danos tornou a operação de resgate um desafio em seu estado, onde foram relatadas 80 mortes -um número que deve aumentar. "Algumas cidades já não existem mais", disse Beshear à rede CNN. "A cidade natal do meu pai, Paxton, não está de pé. É difícil de descrever."

"Você acha que pode ir de porta em porta para checar se as pessoas estão ok? Não há portas. A questão é: existe alguém nos escombros de milhares e milhares de estruturas? É devastador", declarou o governador.

Beshear afirmou que não é possível ter uma estimativa precisa do número de pessoas desaparecidas no Kentucky. Em Dawson Springs, por exemplo, uma cidade com 2.700 habitantes, Beshear afirma que a lista com nomes de pessoas que não haviam sido encontradas preenche oito páginas.

Os tornados atravessaram vários estados, incluindo Arkansas, Illinois, Mississippi, Missouri, Tennessee e Kentucky -onde fica Mayfield, um dos pontos mais afetados pelo conjunto de tempestades.

Segundo relato do jornal The New York Times, a localidade de quase 10 mil habitantes, que fica na parte oeste do Kentucky, está em estado de choque. Igrejas e o tribunal foram reduzidos a escombros, e mesmo uma estrutura como um edifício em que caminhões de uma concessionária estavam estacionados desapareceu -assim como os veículos.

Estações de polícia e do corpo de bombeiros também foram afetados pelos tornados, que atingiram os Estados Unidos entre o fim da sexta (10) e o início deste sábado (11), dificultando a resposta de equipes de emergência.

Socorristas operavam guindastes e escavadeiras no local em que funcionava uma fábrica de velas em Mayfield atingida pelas tempestades enquanto operava à noite para atender à demanda da temporada de Natal.

A construção se transformou em um emaranhado de metal, vigas retorcidas e concreto -o único indício de sua existência, segundo o New York Times, eram os aromas de baunilha e lavanda usados na fabricação das velas.

A fábrica de velas, de propriedade de uma empresa familiar, criou um fundo de emergência para ajudar as famílias.Segundo o governador, Andy Beshear, cerca de 40 dos 110 trabalhadores foram resgatados. Durante uma entrevista, Beshear disse que seria um "milagre" encontrar alguém vivo no local.

No sábado, moradores vasculhavam escombros de suas casas em busca de pertences até o cair da noite, quando Mayfield, que estava sem abastecimento de energia elétrica e gás, ficou às escuras.
Timothy McDill, 48, um técnico em refrigeração, passou a noite de sábado sem água ou luz em sua casa.

Um poste telefônico caiu em cima da residência, deixando os cômodos expostos –ele e sua família sobreviveram se abrigando no porão.
O prédio em que vive Steve Wright, 61, também morador de Mayfield, não sofreu grandes danos, mas no domingo de manhã ele teve problemas ao buscar uma forma de abastecer seu carro.

Depois que a tempestade passou, Wright percorreu a cidade com uma lanterna em busca de pessoas precisando de ajuda. Acabou ajudando um pai a retirar o corpo do filho de 3 anos dos escombros. "Orei pelos dois, foi tudo o que pude fazer", disse.

Em outras partes do Kentucky, e também nos estados de Missouri, Illinois, Tennessee e Arkansas, cenas de destruição semelhantes foram registradas, com prédios devastados, infraestruturas de metal retorcidas, veículos capotados, árvores caídas e tijolos espalhados pelas ruas.

Outro local particularmente afetado foi um depósito da Amazon em Edwardsville, em Illinois, onde ao menos seis pessoas morreram. Cerca de 45 pessoas conseguiram deixar o local, mas a empresa não sabe ao certo quantos funcionários estavam na instalação no momento. As equipes de resgate continuam as tarefas de busca neste domingo.

"As notícias sobre Edwardsville são trágicas. Estamos de coração partido pela perda dos nossos colegas. Nossos pensamentos e orações estão com suas famílias e entes queridos", disse o fundador da Amazon, Jeff Bezos.

A origem da série de tornados veio de um conjunto de temporais formado à noite, incluindo uma supercélula. Essa tempestade se moveu do Arkansas e Missouri para o Tennessee e Kentucky. Para especialistas, os tornados podem ser parte de um sistema climático que está causando estragos também em outras partes do país.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou a repórteres que iria pedir à Agência de Proteção Ambiental que examinasse a relação entre os tornados e a mudança climática no mundo. Biden também afirmou que sua administração fará "todo o possível para ajudar" os estados afetados pelas tempestades.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo