segunda-feira, 25 de abril de 2022

Bolsonaro volta a atacar o STF e diz que Daniel Silveira está protegido por lei

Bolsonaro ainda voltou a desacreditar o sistema eleitoral brasileiro

© Getty

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a defender o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), a quem concedeu perdão de crimes na última quinta-feira, dia 21. "Artigo 53 da Constituição não garante que os deputados podem falar o que bem entender? É inviolável?", questionou o presidente na Agrishow em Ribeirão Preto (SP). Ele também disse gastar metade do seu tempo lutando contra "maus brasileiros" que entram com ação ou tomam decisões contra o governo federal.

Em tensão com o Supremo Tribunal Federal (STF) após publicar graça a Silveira menos de 24 horas após o deputado ser condenado na Corte por crimes contra a democracia, Bolsonaro aproveitou o evento com ruralistas para tecer novas críticas indiretas ao ministro Alexandre de Moraes. "Se tivesse alguém lá com tanta preocupação com corrupção como tem com fake news, ajudaria muito o Brasil a estar em situação bem melhor", afirmou o presidente sobre casos de corrupção em governos passados. Moraes é relator no inquérito das fake news no STF.

No mesmo evento, Bolsonaro ainda voltou a desacreditar o sistema eleitoral brasileiro e orientou sua base a como votar neste ano. "No caso de deputado federal e de senador, veja como ele votou na PEC do voto impresso", disse o presidente, sobre o projeto derrotado no Congresso. "Veja como ele votou a questão do Daniel Silveira, se para manter o Daniel Silveira preso ou para soltar", acrescentou. O caso Silveira, no entanto, não foi submetido à votação no Parlamento até o momento.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo