terça-feira, 6 de outubro de 2020

Covid-19: Filhos proibidos de abraçar a mãe durante velório do pai

Agência funerária reforça que medidas de distanciamento social precisam ser cumpridas

©

Na sexta-feira, Craig Bicknell e a sua família despediram-se do seu pai, que morreu na sequência de um ataque cardíaco.


O momento da despedida ficou marcado pela impossibilidade de mãe e filhos poderem dividir, lado a lado, a dor que sentiam naquele momento, devido às regras impostas pela Covid-19.

As imagens de videovigilânica da agência funerária onde aconteceu o velório registraram o momento em que Craig decidiu quebrar a disposição das cadeiras da sala e juntar a sua à da mãe. Um gesto repetido pelo seu irmão, tentando, desta forma, abraçar a mãe num momento tão difícil como este.

Contudo, um dos responsáveis do espaço decidiu irromper pela cerimônia fúnebre para garantir que as normas de segurança fossem cumpridas. Uma atitude que não caiu bem junto de Craig.

"Queria dar um abraço à minha mãe, no dia do funeral do meu pai, e esta pessoa age de forma agressiva e a nos obrigando a separar-nos", lembra o homem na sua página de Facebook.

A administração do espaço foi contactada pela família, que falaram sobre a estranheza na forma como os velórios precisam acontecer. Apesar de demonstrar a sua compreensão, o espaço afirma que as normas sanitárias têm de ser cumpridas.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo