sexta-feira, 7 de maio de 2021

Brasil registra 2.165 mortes e 78.886 novos casos de covid-19 em 24h

 

Com os registros, 419.114 vidas foram perdidas para a doença

© Getty Images

O Brasil registrou nesta sexta-feira, 7, 2.165 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados há pouco.

Pfizer cobra R$ 1 bilhão mais caro por novas doses de vacina

Com logística complicada, a vacinação com a Pfizer no Brasil está restrita às capitais na maioria dos Estados

© Shutterstock

O governo federal avalia comprar mais 100 milhões de doses da vacina contra covid-19 da Pfizer a US$ 12 a unidade - 20% mais caro do que o negociado no primeiro contrato da farmacêutica americana com o Ministério da Saúde, em que foi adquirida quantidade igual do imunizante. Ao todo, a oferta para nova compra fica perto de R$ 6,6 bilhões, cerca de R$ 1 bilhão a mais do que o valor anterior.

Visita de Onyx Lorenzoni aumenta pressão sobre Pazuello

 

O encontro da "quarentena" de Pazuello provocou cobranças na CPI e senadores chegaram a dizer que o caso poderia provocar a "condução coercitiva"

© Reuters

Dois dias depois de pedir à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid para adiar seu depoimento por ter mantido contato com dois servidores acometidos pelo coronavírus, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello recebeu, ontem, a visita do chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni (DEM). O encontro da "quarentena" de Pazuello provocou cobranças na CPI e senadores chegaram a dizer que o caso poderia provocar a "condução coercitiva" do ex-ministro, medida extrema que tem sido desautorizada pelo Judiciário.

Se Pazuello não apresentar teste positivo, terá feito 'manobra', avalia senador

Eduardo Pazuello não se apresentou para não prestar depoimento à comissão alegando que teve contato com pessoas infectadas com Covid-19

 

© Getty Images

O senador e membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid Rogério Carvalho (PT) avaliou que, se o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello não apresentar o exame positivo para covid-19, ele terá utilizado uma "manobra" para não prestar depoimento à comissão, marcado originalmente na quarta-feira (5). O senador, no entanto, lamenta a ausência do ex-ministro pois, em sua visão, não sabe como ele vai conseguir se preparar melhor "porque ninguém vai conseguir mudar a realidade".

Supremo apura suspeita de ataque hacker e tira site oficial do ar

 

A Polícia Federal (PF) foi acionada para auxiliar na apuração do episódio, em investigação sigilosa

© Rede vai ao Supremo para obrigar Bolsonaro a assinar aquisição da CoronaVac


O Supremo Tribunal Federal (STF) mantém seu site oficial fora do ar desde a manhã de ontem (6) devido a uma suspeita de ataque hacker contra os sistemas da Corte. A Polícia Federal (PF) foi acionada para auxiliar na apuração do episódio, em investigação sigilosa.

Bolsonaro defende tratamento precoce e diz à CPI da Covid: "Não encha o saco"

 

O presidente voltou a defender o uso de medicamentos que comprovadamente não tem eficácia contra a Covid-19

© Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro mandou um recado hoje à CPI da Covid: "Não encha o saco". Em publicação no Facebook na manhã desta sexta-feira, 7, Bolsonaro volta a defender o chamado "tratamento precoce", que inclui medicamentos como cloroquina e ivermectina e que foi um dos pontos mais questionados pelos senadores na primeira semana da CPI, ao colher os depoimentos de ex-ministros da Saúde e do atual titular da pasta, Marcelo Queiroga.

Desembargador revoga última prisão de Eduardo Cunha, que responderá em liberdade

 

O ex-presidente da Câmara cumpria o regime em casa desde o ano passado, em razão da pandemia

© Adriano Machado/Reuters


O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), revogou nesta quinta, 6, a última prisão preventiva decretada contra o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB-RJ). A cautelar havia sido decretada em 2017 na Operação Sepsis e era o único empecilho que impedia o ex-parlamentar de responder aos processos em liberdade.

Lula encontra Sarney em busca de palanques regionais com MDB

 

Lula tem conversado com dirigentes de vários partidos, do Centrão à esquerda, para garantir um amplo leque de apoios

© Antonio Cruz/ABr


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) almoçou com o também ex-presidente José Sarney (MDB), nesta quinta-feira, 6, em Brasília. Um dos temas da conversa, na casa de Sarney, foi a montagem de palanques estaduais na eleição presidencial de 2022. Pré-candidato ao Palácio do Planalto desde que o Supremo Tribunal Federal anulou seus processos na Lava Jato, Lula tem conversado com dirigentes de vários partidos, do Centrão à esquerda, para garantir um amplo leque de apoios.

Senadores falam em condução coercitiva após Pazuello receber visita Onyx

 

Pazuello não compareceu na CPI da Covid-19 alegando que teve contato com dois servidores infectados e que iria cumprir quarentena

© Reuters


Senadores propuseram, na tarde desta quinta-feira, 6, que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, general da ativa do Exército, seja alvo de condução coercitiva para depor perante a CPI da Covid. Senadores citaram a medida após o Estadão revelar que Pazuello recebeu, na manhã desta quinta-feira, uma visita do ministro Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral da Presidência) no Hotel de Trânsito de Oficiais, onde supostamente estaria em isolamento depois de ter contato com dois servidores que contraíram a doença.

Renan rebate falas de Bolsonaro e diz que todos 'sem exceção serão investigados'

 


















Bolsonaro não citou nome, mas disse que o colegiado deveria investigar "filho de senador"

© Getty Images


O senador Renan Calheiros (MDB-AL) rebateu as indiretas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado ter de investigar o filho do parlamentar, Renan Filho, governador de Alagoas. Bolsonaro não citou nome, mas disse que o colegiado deveria investigar "filho de senador".

Bolsonaro: Brasil é única 'republiqueta do mundo' que aceita voto eletrônico

 

Durante transmissão semanal pelas redes sociais, o presidente reafirmou: "Isso tem que ser mudado"

© Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o Brasil é a "única republiqueta do mundo" que aceita o resultado de eleições realizadas com a "porcaria do voto eletrônico". Durante transmissão semanal pelas redes sociais, o presidente reafirmou: "Isso tem que ser mudado".

Lewandowski rejeita pedido para suspender impeachment do governador de SC

 

A decisão arquivou o pedido sem avaliar o mérito

© Getty Images

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou prosseguimento a uma reclamação do deputado estadual Laércio Schuster (PSB) para suspender o trâmite do processo de impeachment contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL). A decisão arquivou o pedido do parlamentar sem avaliar o mérito.

Queiroga: foram repassados a Estados e municípios R$ 32,8 bi, R$ 1 bi para covid

O ministro disse R$ 1 bilhão foi destinado a ações de combate à covid-19

© Getty Images

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que, do Orçamento para a pasta de R$ 144 bilhões para este ano, o ministério repassou R$ 32,8 bilhões a Estados e municípios, dos quais R$ 1 bilhão é destinado a ações de combate à covid-19 como a habilitação de leitos e compra de ventiladores e medicamentos.

Toffoli nega pedido para que Bolsonaro explique alegação sobre fraude em 2018

 

Na avaliação de Toffoli, o PSOL, que fez o pedido, não tem legitimidade para propor a interpelação judicial

© Reuters


O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido do PSOL para intimar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a explicar declarações sobre fraudes nas eleições.

Desconheço guerra química da China, diz Queiroga em CPI sobre declaração de Bolsonaro

Queiroga foi questionado a respeito da declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que insinuou que a China teria criado o novo coronavírus

 

© Agência Brasil

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira (6) na CPI da Covid que desconhece "indícios de guerra química na China".

Queiroga afirma desconhecer se ministério tem distribuído cloroquina

 

Renan Calheiros (MDB-AL) questionou se havia autorizado e se a pasta estaria, no momento, distribuindo o medicamento a estados e municípios

© Getty Images

BRASÍLIA,DF (FOLHAPRESS) - Em depoimento à CPI da Covid, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que não tem conhecimento se a pasta que comanda realiza distribuição de hidroxicloroquina.

Topo