sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Estudante de 19 anos morre após complicações raras causadas pela Covid-19

 Jovem começou a desenvolver sintomas neurológicos, uma situação rara com a Covid-19.


© Reprodução

Um estudante americano de 19 anos de idade morreu na segunda-feira por causa de complicações de nível neurológico relacionadas com a doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.Chad


Dorrill estava ainda a ter aulas online quando desenvolveu sintomas similares aos da gripe, de acordo com o explicado por uma responsável da Universidade Estadual Appalachian, em Boone, na Carolina do Norte, onde o jovem frequentava o segundo ano.

Sheri Everts indicou, num comunicado revelado na terça-feira, que foi a mãe que o convenceu a ficar de quarentena e a fazer o teste.O jovem tinha "uma excelente forma física", cita o New York Times, acrescentando que era jogador de basquete e corria frequentemente.Ele obteve diagnóstico positivo no dia 7 de setembro e ficou 10 dias em quarentena. Depois, porém, começou a desenvolver sintomas neurológicos severos. "Quando tentava sair da cama, as pernas não funcionavam, e o meu irmão teve que o carregar até ao carro para o levar às urgências", disse um tio do jovem, à mesma publicação.Breaking: @appstate confirms #COVID19 death of Chad Dorrill of Davidson County. Statement from Chancellor Everts says he contracted virus in Davidson Co, was cleared to return to Boone where he suffered "additional complications." pic.twitter.com/eFZDKkXD4X— David Whisenant WBTV (@DavidWhisenant) September 29, 2020

"O médico disse que era um caso que aparece uma vez num milhão - que nunca tinham visto nada progredir assim. Era uma complicação da Covid que ao invés de atacar o sistema respiratório atacou o cérebro", disse David Dorrill. "Ele tinha uma excelente forma física. Magro. Conseguia correr 9 quilômetros sem problemas. Tinha corrido connosco há menos de três semanas. 

Ele era saudável", lamentou o tio.Tonia Maxcy, uma amiga da família, indicou que os médicos também explicaram que suspeitavam de um caso não detectado da síndrome de Guillain-Barré, uma desordem neurológica rara, na qual o sistema imunológico ataca o sistema nervoso. Há muitos vírus que podem provocar a síndrome e existem alguns casos reportados ligados à Covid-19.A publicação explica que, embora o novo coronavírus ataque principalmente os pulmões, também pode atingir os rins, o fígado e os vasos sanguíneos, com muitos pacientes a reportar sintomas neurológicos, como dores de cabeça, confusão e delírio. 

Colin McDonald, neurologista do hospital em Winston-Salem que tratou o estudante, explicou que os pais consentiram em remover o suporte básico de vida na segunda-feira, algo que deixou equipe médica e funcionários "devastados".

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo