sexta-feira, 2 de outubro de 2020

França notifica quase 14 mil novos casos e mais 63 óbitos em 24h

O Governo avisa que poderão estar no horizonte mais medidas de restrição.


© REUTERS/Charles Platiau

A França registrou nesta quinta-feira mais 13.970 novas infecções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo as autoridades sanitárias, um número superior ao apresentado na véspera (12.845) e que se mantém acima dos 10 mil, algo que acontece com mais incidência desde o início de setembro.


No total, desde o início de março, quando a pandemia chegou ao país, já foram identificados 577.505 casos positivos, de acordo com dados da instituição de Saúde Pública da França.O número total de mortes aumentou na terça-feira para 32.019, com mais 63 óbitos registrados no último dia.

Os dados hoje divulgados mostram que a totalidade das mortes ocorreram nos hospitais (21.237, mais 63 do que na véspera). 

Os óbitos registrados em lares de idosos permanecem nos 10.992 (número atualizado uma vez por semana).A pasta dá ainda conta de 3.998 pessoas hospitalizadas nos últimos sete dias, com 844 em unidades de cuidados intensivos (UCI).Os focos de contaminação no país continuam também a aumentar, com 78 novos focos identificados desde ontem, havendo agora 1.234 focos de contaminação sendo investigados em todo o território francês.Sublinhe-se que as autoridades francesas estão a equacionar mais medidas de restrição, podendo inclusive declarar a capital como zona de "alerta máximo", o que significa o encerramento de bares e restaurantes a partir de segunda-feira, se a situação pandémica não melhorar. 

O alerta foi feito pelo ministro da Saúde, Olivier Véran, que explicou nesta quinta-feira que esta possibilidade está em cima da mesa se a situação se mantiver durante o fim de semana, conforme explica a imprensa francesa.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo