quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Trump volta a pressionar Mike Pence. "Nunca vou reconhecer a derrota"

 

O presidente norte-americano discursa perante os seus apoiantes em Washington DC. Segundo ele, se o vice-presidente fizer "a coisa certa, ganhamos a eleição".

© Jim Bourg/Reuters

Num dia importante nos Estados Unidos, no qual o Congresso vai certificar a vitória eleitoral de Joe Biden, milhares de apoiadores de Donald Trump concentraram-se numa manifestação em Washington DC.


Trump discursou e voltou a insistir na ideia de que houve fraude eleitoral, embora todos os seus recursos legais nesse sentido tenham sido rejeitados pela justiça norte-americana.

"Não vou desistir. Nunca vou reconhecer a derrota", realçou o presidente dos Estados Unidos, que voltou a pressionar o vice-presidente Mike Pence, um dos seus aliados mais fiéis, para não certificar a vitória de Joe Biden.

"Espero que o Mike (Pence) faça a coisa certa. Se ele fizer ganhamos a eleição", sublinhou Trump. "Ele tem o direito de fazê-lo. Temos de defender o nosso país e proteger a nossa Constituição", acrescentou.

O presidente dirigiu ainda críticas aos líderes norte-americanos, nomeadamente aos das duas câmaras do Congresso, a Câmara dos Representantes e o Senado.

"Eles sabem o que aconteceu (...) Temos líderes que deveriam ter vergonha de si próprios, vão ficar marcados na história", realçou Trump.

Convém referir que Mike Pence não tem legitimidade para negar a certificação dos votos do Colégio Eleitoral, que deram a vitória a Joe Biden nas eleições do passado dia 3 de novembro.

Aliás, o The New York Times avançou nesta terça-feira que Pence teria dito a Trump que não tinha o poder para bloquear a certificação da vitória de Biden.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo