quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Ciclista italiano morre aos 17 anos atropelado por um caminhão

Milone detinha o título de 'Rei do Etna', depois de ter completado as seis subidas do colossal vulcão siciliano com uma bicicleta de montanha numa aventura de 205 quilômetros e com mais de 7 mil metros de altura

© Reprodução (Twitter) 

O ciclismo italiano está de luto depois de uma das suas promessas, Giuseppe Milone, ter perdido a vida na estrada, após ser atropelado perto da cidade siciliana de Messina.

 

O jovem ciclista de 17 anos, que fazia parte da equipe de Vincenzo Nibali, foi atropelado por um caminhão enquanto pedalava na área de Gualtieri Sicaminò. Apesar de as equipes médicas deslocarem um helicóptero para o transferir de imediato para o hospital, nada puderam fazer para salvar a sua vida devido aos graves ferimentos sofridos.

O próprio Nibali, que hoje concorre no Tour dos Emirados Árabes Unidos, lamentou a notícia nas redes sociais. “Esta manhã (ontem) acordei com a trágica notícia da morte de Giuseppe. O único gesto que posso fazer para recorda-lo é correr hoje com um laço preto no braço para o homenagear pela última vez. Agora é tempo de silêncio, tudo o resto não importa. Uma vida muito jovem e destruída traz um enorme fardo de dor que nos deixa sem palavras. Um grande abraço à família de Giuseppe. Descansaem paz".

Milone detinha o título de 'Rei do Etna', depois de ter completado as seis subidas do colossal vulcão siciliano com uma bicicleta de montanha numa aventura de 205 quilómetros e com mais de 7 mil metros de altura, e que completou em 12 horas e 45 minutos.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo