quinta-feira, 8 de outubro de 2020

África com mais 289 mortes e 11.019 infectados nas últimas 24 horas

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

 

© Lusa

África registrou nas últimas 24 horas mais 289 mortes devido à Covid-19, elevando o número de óbitos para 37.387, num total de 1.537.019 infectados, mais 11.019, segundo os últimos dados sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de recuperados nos 55 Estados-membros da organização foi de 11.115, para um total de 1.273.463.

Segundo o África CDC, a África Austral continua a registrar o maior número de casos de infeção e de mortos, com 18.563 vítimas mortais, e 752.957 infectados. Só na África do Sul, o país mais afetado do continente, estão registrados 685.155 casos e 17.248 mortes.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, tem 366.983 pessoas infectadas e 11.651 mortos e, na África Ocidental, o número de infecções é de 179.721, com 2.647 vítimas mortais.

A região da África Oriental contabiliza agora 179.103 casos e registra 3.436 vítimas mortais e na África Central há 58.255 casos e 1.090 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, registra 6.010 mortos e 104.035 infectados, e Marrocos contabiliza 2.439 vítimas mortais e 140.024 casos. A Argélia surge logo a seguir, com 52.363 casos de infecção e 2.073 vítimas mortais.

Entre os seis países mais afetados estão também a Etiópia, com 80.895 casos e 1.255 vítimas mortais, e a Nigéria, com 59.738 infectados e 1.113 mortos.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos. Angola registra 201 mortos e 5.725 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5.062 casos), Cabo Verde (69 mortos e 6.518 casos), Moçambique (67 mortos e 9.398 casos), Guiné-Bissau (39 mortos e 2.385 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 914 casos).

O primeiro caso de Covid-19 na África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registrar casos de infecção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de um milhão e cinquenta e um mil mortos e mais de 35,8 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo