quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Casados há 62 anos, morrem com diferença de 11 horas por causa da Covid

Antônio Manuel e Maria de Lourdes Emboava, naturais de São Paulo, deixam cinco tataranetos. Uma das filhas fala numa "dor insuportável".

© DR

Um casal morreu com 11 horas de diferença depois de ambos terem sido diagnosticados com Covid-19. Antônio Manuel Emboava, de 83 anos, e Maria de Lourdes de Paula Emboava, de 76 anos, estavam casados há 62 anos e deixam dez filhos, 27 netos, 26 bisnetos e cinco tataranetos.


A trágica história contada pelo pelo G1, que indica que  Antônio morreu no dia 28 de setembro, por volta das 5h30 da manhã, e Maria de Lourdes morreu às 18h30 do mesmo dia.

Uma das filhas do casal, Valdete Emboava, de 53 anos, disse ao G1 que a perda dos pais foi uma "dor insuportável". "Perder um pai com uma mãe é uma ferida que está dentro do peito da gente", lamentou a familiar.

"Cresceram juntos, casaram. Nem a morte separou minha mãe e meu pai, olha que coisa mais linda. No mesmo dia foram os dois", acrescentou.

A filha contou que ambos começaram a apresentar sintomas nas três semanas anteriores à morte, depois de terem recebido a visita de um amigo que estava infectado. Os dois tinham comorbidades como bronquite, tensão alta e diabetes.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo