quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Prefeitura do Rio decide barrar a entrada de carros em Copacabana no Réveillon

O prefeito em exercício afirmou, ainda, que serão bloqueados os acessos à cidade para ônibus de turismo que tenham como destino a orla do Rio

© Shutterstock


RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O prefeito em exercício do Rio de Janeiro, Jorge Felippe (DEM), decidiu, após reunião com o governador interino Cláudio Castro (PSC), que Copacabana será fechada para carros a partir das 20h do dia 31 de dezembro. Apenas veículos de moradores serão liberados. O objetivo é tentar evitar aglomerações e a disseminação do coronavírus durante o Réveillon.


A informação foi divulgada em entrevista do prefeito à TV Globo. Jorge Felippe também disse que a prefeitura irá desestimular o tráfego de veículos coletivos e do metrô na direção Central - Barra da Tijuca, a partir das 20h.

O prefeito em exercício afirmou, ainda, que serão bloqueados os acessos à cidade para ônibus de turismo que tenham como destino a orla do Rio.

Assim como outros estados, o Rio de Janeiro enfrenta um forte crescimento da transmissão do novo coronavírus. Na capital, a taxa de ocupação de leitos intensivos na rede SUS nesta terça-feira (22) era de 92%.

No mesmo dia, 318 pessoas aguardavam transferência para leitos no Rio e na Baixada Fluminense, sendo 175 para UTI.

No meio de dezembro, a Prefeitura do Rio já havia suspendido a festa oficial de Réveillon na cidade. Neste ano, o tradicional evento já ocorreria de forma diferente: sem público e sem queima de fogos, transmitido pela televisão e internet.

Mesmo com as mudanças previstas, a administração municipal avaliou que seria mais seguro o cancelamento da festa por completo.

Dois dias depois, a prefeitura proibiu também as festas privadas de Réveillon nos quiosques da orla. Não serão permitidos cercadinhos, shows ou qualquer evento com cobrança de ingressos, na areia ou no calçadão.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo