sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Homicídios dolosos crescem 20% no interior e puxam nova alta no estado de SP

 

De acordo com dados divulgados nesta quinta (25), São Paulo contabilizou 296 assassinadas em janeiro

© Shutterstock

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de registrar, em 2020, o primeiro aumento anual no número de homicídios dolosos (intencionais) após sete anos de quedas, o estado de São Paulo inicia 2021 com nova alta nos assassinatos.

De acordo com dados divulgados nesta quinta (25), São Paulo contabilizou 296 assassinadas em janeiro. Isso representa alta de 7% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando 277 pessoas foram mortas, isso se torna o janeiro mais violento desde 2017 -quando foram registradas 310 vítimas.

Esse crescimento registrado em janeiro, a oitava alta nos últimos doze meses, foi puxado pelas cidades do interior. Segundo dados divulgados pela gestão João Doria (PSDB), em janeiro de 2020, 143 pessoas foram assassinadas no interior do estado, contra as 171 mortas no mês passado.

Isso representa um aumento de 19,6%. A alta no estado só não foi maior porque tanto a capital quanto a Grande São Paulo registraram queda nesse mesmo período, de 7% e 6% respectivamente.

Na capital a redução foi de 71 para 66 vítimas e na Grande São Paulo, de 63 para 59 mortes, sempre comparando janeiro de 2020 com janeiro deste ano.

Os aumentos seguidos nos casos de homicídios têm desafiado a polícia porque ocorrem em um período de menor circulação das pessoas nas ruas e, consequentemente, nos bares e casas noturnas que eram apontadas pela força como propulsores de situações de conflitos.

Por outro lado, os crimes patrimoniais também tiveram queda. Os roubos em geral, por exemplo, tiveram redução de 20% -caíram de 23.997 registros, em janeiro de 2020, para 19.240, no mês passado. Também tiveram queda dos roubos de veículos (24%), furtos de veículos (22%) e furtos de maneira geral (20%).

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo