segunda-feira, 26 de abril de 2021

Parentes recolhem vítimas após tragédia em hospital para doentes Covid-19


Pelo menos 82 pessoas morreram na sequência do incêndio que deflagrou num hospital dedicado a doentes Covid-19.

© Getty Images

Pelo menos 82 pessoas morreram e 110 ficaram feridas hoje de madrugada devido a um incêndio e explosão num hospital dedicado à covid-19, no sudeste de Bagdá, no Iraque.

O incêndio ocorreu depois da explosão de garrafas de oxigênio "armazenadas sem respeito por condições de segurança" no hospital Ibn al-Khatib, segundo fontes médicas citadas pela agência AFP.

Muitas vítimas estavam ligadas a ventiladores quando os tanques de oxigênio explodiram, causando um incêndio que rapidamente destruiu os tetos falsos do hospital, feitos de materiais inflamáveis, disseram bombeiros e médicos citados pela AFP.

© Getty Images

Nas redes sociais circulam vídeos que mostram bombeiros tentando apagar o incêndio, enquanto doentes e familiares procuram escapar do prédio, localizado na periferia sudeste de Bagdá.

Por sua vez, a agência de notícias estatal iraquiana, a INA, noticiou que o incêndio pode ter sido provocado por um curto-circuito ou pela explosão de botijões de oxigênio em mau estado.

© Getty Images

Mais de 20 equipes de combate a fogos conseguiram apagar as chamas deste "incêndio massivo", segundo a Defesa Civil iraquiana, que informou em nota terem conseguido resgatar cerca de 90 pacientes durante a evacuação do centro.

Na nota acrescenta-se que dezenas de vizinhos ajudaram os pacientes, a maioria idosos e pessoas que estavam ligadas a ventiladores.

© Getty Images


Entretanto, perante a tragédia o primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al-Kazimi, anunciou  que suspendeu o ministro da Saúde, Hassan al-Tamimi, que será interrogado no âmbito da investigação ao incêndio. 

Na galeria acima veja as imagens da dor dos familiares das vítimas do incêndio. 

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo