quarta-feira, 28 de julho de 2021

Padre Júlio Lancellotti pede liberação de estações de metrô para abrigar morador de rua no frio

 

Procurada, a assessoria de imprensa de Doria confirmou o pedido durante uma reunião com a participação do sacerdote, entretanto, não disse se o estado atenderá o pedido

© Reprodução / TV Brasil


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua de São Paulo, disse na noite desta terça-feira (27), ter solicitado ao governador João Doria (PSDB) que libere as estações do metrô para receber as pessoas em situação de rua e assim protegê-las da severa onda de frio que se aproxima da capital.

"Conversei com o governador e pedi para que a população fosse abrigada nas estações do metrô durante essa onda de frio. Amanhã [quarta-feira], voume reunir com ele [Doria] e com o prefeito Ricardo Nunes [MDB] para discutir medidas concretas para o povo de rua", afirmou o religioso.

Caso a previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) se confirme, a cidade de São Paulo terá, nesta quarta-feira (38), chuvas e baixas temperaturas. A máxima não deve passar dos 9ºC, à noite. Na sexta-feira (30), a previsão é de 2ºC. Caso esse frio venha a se efetivar, será a menor temperatura dos últimos 27 anos na capital.

Procurada, a assessoria de imprensa de Doria confirmou o pedido durante uma reunião com a participação do sacerdote, entretanto, não disse se o estado atenderá o pedido. Apesar disso, a reportagem apurou que o governador apoia a medida e já solicitou à área técnica do metrô que viabilize medidas para que isso ocorra. Uma das estações que deve receber as pessoas em situação de rua é a Dom Pedro 2º, integrante da linha 3-vermelha.

Nesta terça, a prefeitura anunciou uma série de medidas para acolher os moradores de rua da capital durante o frio intenso. Elas incluem a instalação de cinco tendas para oferecer agasalhos, cobertores e itens de higiene, além de abertura de 871 novas vagas em centros de acolhida da capital.

Doria, sua mulher, Bia Doria, que preside o Conselho do Fundo Social de São Paulo, e o padre Lancellotti, além de outros integrantes do governo estadual e o prefeito Ricardo Nunes, têm um almoço marcado no início da tarde desta quarta-feira, e um dos itens do cardápio deve incluir o pedido do religioso.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo