sexta-feira, 29 de abril de 2022

Ataque a Kiev durante visita da ONU deixa jornalista morta, diz Ucrânia

A jornalista, que trabalhava para a Radio Svoboda, perdeu a vida aos 55 anos.

© @radiosvoboda


A Radio Svoboda, meio de comunicação social da Ucrânia, reportou que a sua jornalista Vera Girich, de 55 anos,  morreu após os ataques aéreos perpetrados, nesta quinta-feira, sobre a capital ucraniana, Kiev.

A notícia foi avançada após o prefeito da cidade, Vitali Klitschko, ter informado na rede social Telegram que um cadáver havia sido encontrado no distrito de Shevchenkivskyi, um dos locais afetados pelos dois ataques realizados pelos russos.

Vera Girich trabalhava na Radio Svoboda desde fevereiro de 2018 e, antes disso, trabalhou para os principais canais de televisão ucranianos. O órgão de comunicação social deixou ainda uma palavra de homenagem a uma "pessoa brilhante e amável, uma verdadeira profissional".

Um dos dois ataques russos que, na noite desta quinta-feira, foram perpetrados pelos russos sobre Kiev causou a destruição parcial do 1.º e 2.º andares deste edifício residencial de 25 andares. De acordo com as autoridades municipais, pelo menos 10 pessoas teriam ficado feridas após os bombardeios.

Os ataques foram realizados no dia da visita do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antônio Guterres, à capital ucraniana, onde se encontrou com o presidente do país, Volodymyr Zelensky. Nesta sua primeira visita à Ucrânia desde o início da invasão russa, que começou no dia 24 de fevereiro, Guterres visitou ainda Borodianka, nos arredores da capital ucraniana, e também as localidades de Bucha e Irpin.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo