quarta-feira, 8 de julho de 2020

Embaixador norte-americano que jantou com Bolsonaro testa negativo

No sábado, Todd Chapman recebeu Jair Bolsonaro para um almoço de celebração do Dia da Independência dos EUA.

© Reprodução / Instagram
O embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) em Brasília, Todd Chapman, testou negativo para o novo coronavírus, após ter se reunido no sábado com o Presidente Jair Bolsonaro, que se encontra com covid-19, informou hoje a embaixada.


"O embaixador e a sra. Chapman testaram negativo e permanecerão em casa em quarentena. A embaixada dos EUA está avaliando toda a equipe que pode ter sido exposta à covid-19. A embaixada e os consulados continuam a seguir os protocolos do CDC [Centro de Controlo de Doenças norte-americano]", indicou a embaixada dos Estados Unidos na rede social Twitter.
No sábado, Todd Chapman recebeu Jair Bolsonaro para um almoço de celebração do Dia da Independência dos EUA.
Numa fotografia captada no encontro, e que foi partilhada nas redes sociais dos políticos, cerca de oito pessoas, entre elas Bolsonaro, Chapman, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro encontram-se abraçados, sem máscara de proteção.
Ao final da manhã de hoje, o Presidente do Brasil confirmou estar infectado com o novo coronavírus, um dia depois de ter relatado sintomas e de ter realizado um teste num hospital Militar, em Brasília.
Numa comunicação via Facebook, Bolsonaro confirmou o resultado positivo do teste e adiantou que fez uma radiografia e que o pulmão "estava limpo".
"Todo o mundo sabia que mais cedo ou mais tarde [o vírus] ia atingir uma parte considerável da população (...) Eu, se não tivesse feito o exame, não saberia do resultado. E ele acabou de dar positivo", declarou o Presidente.
Bolsonaro disse que seguirá o protocolo médico, que vai despachar por videoconferência e não deve receber pessoas no seu gabinete para evitar a transmissão da doença.


Pelo menos cinco ministros que têm contato direto com Bolsonaro fizeram o teste depois de este ter apresentado os primeiros sintomas, no domingo.
Os ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, testaram negativo para a covid-19, segundo informaram as assessorias dos governantes à imprensa.
O Itamaraty informou também que Ernesto Araújo se encontra isolado em casa, sem sintomas, e que o seu exame deu negativo.
De acordo com o portal de notícias G1, Jair Bolsonaro encontrou-se nos últimos dias com cerca de 40 figuras políticas, entre ministros do Governo federal, secretários ou parlamentares, tendo em conta a sua agenda oficial.
Jair Bolsonaro, um dos líderes mais céticos em relação à gravidade da atual pandemia, tem suscitado duras críticas por se opor ao isolamento social para combater a propagação da covid-19, doença que chegou a classificar de "gripezinha".
Embora o Presidente considere a doença menos letal do que a maioria dos especialistas e diga que poucos terão sintomas mais preocupantes se forem infectados pela doença, o Brasil é dos países mais atingidos no mundo pela covid-19, ao contabilizar o segundo número de infectados e de mortos (mais de 1,62 milhões de casos e 65.487 óbitos), depois dos EUA.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de 538 mil mortos e infectou mais de 11,64 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo