segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

NY Times declara apoio a Warren e Klobuchar nas primárias democratas

"Klobuchar e Warren são neste momento as democratas mais bem preparadas para liderar esse debate. Que a melhor mulher vença", diz o texto do jornal.

@Reuters

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornal The New York Times, em editorial publicado nesta segunda-feira (20), anunciou apoio a duas pré-candidatas na disputa pela nomeação do Partido Democrata na corrida presidencial dos Estados Unidos. Amy Klobuchar, 59, e Elizabeth Warren, 70, ganharam a aprovação da publicação, que quebrou sua própria tradição ao endossar mais de uma pré-candidatura.

O jornal realizou entrevistas com nove pré-candidatos e chegou à conclusão de que suas escolhidas são "as mais eficientes defensoras" das duas principais linhas do Partido Democrata. Warren é da ala mais radical, enquanto Klobuchar é vista como moderada.
"Klobuchar e Warren são neste momento as democratas mais bem preparadas para liderar esse debate. Que a melhor mulher vença", diz o texto do New York Times, que declara apoio a candidatos à Presidência norte-americana desde 1860. Em 2016, o conselho editorial defendeu a campanha de Hillary Clinton, derrotada pelo republicano Donald Trump.
De acordo com o jornal, "neste momento perigoso, tanto o modelo radical quanto o realista merece séria consideração". O New York Times pede que o Partido Democrata use as primárias justamente para testar a receptividade das ideias defendidas por suas duas alas e chegue a um plano que possa inspirar o país.
Warren, senadora do estado de Massachusetts, é elogiada por sua capacidade de comunicação. "Ela fala elegantemente sobre como o sistema econômico é manipulado contra todos, exceto os americanos mais ricos", diz o jornal, que cita uma de suas frases para mencionar "a chance de reescrever as regras de poder" nos Estados Unidos.
Já Klobuchar, senadora de Minnesota, é, segundo o conselho editorial do New York Times, "a própria definição de carisma, coragem e persistência do Meio-Oeste". "Seu longo mandato no Senado e suas credenciais bipartidárias a tornariam uma negociadora real e uma unificadora das alas do partido -e talvez da nação", enaltece.
Ao anunciar apoio às duas senadoras, o jornal explicou por que não escolheu outros postulantes. Ao fim de um processo de entrevistas, que exibido em um programa de televisão do canal FX, o New York Times apontou problemas nas pré-candidaturas de Bernie Sanders, Joe Biden, Pete Buttigieg, Andrew Yang e Michael Bloomberg.
A eleição norte-americana está marcada para novembro. A expectativa é que o indicado pelo Partido Democrata dispute a presidência com o atual ocupante da Casa Branca, Donald Trump, 73, que  enfrenta um processo de impeachment. Não havendo surpresas, ele se candidatará à reeleição pelo Partido Republicano.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo