quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Facebook "lucra com ódio", acusa ex-engenheiro da empresa

Colaborador ocupou a posição de engenheiro de software na empresa tecnológica

© Thomas White/Reuters
Um engenheiro de software anunciou a sua saída do Facebook esta semana, um momento que aproveitou para criticar a empresa publicamente de “lucrar com ódio”.


“Estou de saída porque não aguento mais contribuir para uma organização que está a lucrar com ódio não só nos EUA mas globalmente. O Facebook não implementa estratégias credíveis existentes para remover ódio da plataforma”, pode ler-se na carta assinada pelo colaborador, de nome Ashok Chandwaney, e compartilhada pelo Business Insider.
O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, sempre reforçou as virtudes da rede social não agir como moderador, permitindo que os utilizadores partilhem mentiras e desinformação. A justificação sempre foi de que, se um político divulga conteúdo falso, os potenciais eleitores vão ter noção disso e saber a pessoa que têm diante de si. No entanto, não é isso que vem acontecendo e a rede social vem enfrentando duras críticas e boicotes de anunciantes.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo