domingo, 23 de maio de 2021

Maquinista de trem-bala foi ao banheiro quando seguia a 150 km/h

 

O maquinista pediu a um revisor para cuidar o trem na sua ausência. Operadora ferroviária japonesa anunciou que os dois funcionários serão alvo de ações disciplinares.

© NurPhoto via Getty Images

A eficiência e pontualidade dos trens-bala no Japão, os Shinkansen, são admiradas no país e além-fronteiras e tidas como um exemplo a seguir. Mas a pontualidade e a eficiência podem ter um custo associado.


No último dia 16 de maio, um maquinista de um trem-bala fez uma pausa e saiu da cabine para ir ao banheiro quando o comboio seguia a uma velocidade de 150 quilômetros por hora, e transportava 160 pessoas, segundo a CNN.

O maquinista esteve três minutos ausente, e pediu a um revisor para assumir o seu lugar. Mas os revisores não estão habilitados para conduzir um trem-bala.

O maquinista pediu desculpas, posteriormente, e explicou que o seu intervalo forçado se deveu a uma dor abdominal. Acrescentou que não parou o comboio na estação mais próxima porque não queria causar um atraso.

Agora, ambos os funcionários da JR Central, uma das operadoras ferroviárias japonesas, vão enfrentar ações disciplinares, como adiantou a empresa, que emitiu um pedido de desculpas e reportou o incidente ao Ministério do Território, Infraestruturas, Transporte e Turismo do Japão.

A JR Central informou ainda que vai reforçar as regras e boas práticas junto dos seus colaboradores. De acordo com a empresa, esta foi a primeira vez que um dos seus maquinistas saiu da cabine de um comboio-bala em andamento com passageiros a bordo.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo