terça-feira, 17 de agosto de 2021

Cardeal ultraconservador que era contra vacinas está internado e intubado

 

Cardeal católico norte-americano disse a 10 de agosto que estava infectado, mas "a descansar confortavelmente e a receber excelente tratamento médico."

© Stefano Montesi - Corbis/Getty Images

O cardeal norte-americano Raymond Leo Burke foi hospitalizado por causa da Covid-19 e está intubado, de acordo com uma atualização publicada pela sua conta oficial de Twitter.

O católico ultraconservador anunciou no dia 10 de agosto que estava infectado com a doença causada pelo vírus SARS-CoV-2. "Graças a Deus, estou descansando confortavelmente e recebendo excelente tratamento médico"anunciou, no Twitter.

Num sermão feito em dezembro de 2020, Burke referiu-se à Covid-19 como "o misterioso vírus de Wuhan" e disse que "foi usado por certas forças, inimigas das famílias e das liberdades dos estados, para prosseguir com as suas intenções maldosas."

Em maio de 2020, o religioso mostrou-se abertamente contra a vacinação. "A vacinação não pode ser imposta de forma totalitária aos cidadãos. Quando os estados assumem tais práticas violam a integridade dos seus cidadãos. Embora o estado possa regular certas medidas razoáveis para a salvaguarda da saúde, não é o verdadeiro tutor da saúde, Deus é que é. O que quer que o estado proponha deve respeitar Deus e a Sua lei".

Raymond Leo Burke, diz a CNN, também veiculou teorias da conspiração sobre as vacinas, incluindo a teoria (não provada) de que podem conter microchips que colocam os pacientes sob o controle do governo. "Há um certo movimento que insiste que todos devem se vacinar contra a Covid-19 e, até, que é preciso pôr debaixo da pele de cada pessoa uma espécie de microchip para, em todos os momentos, ela ou ele possa ser controlado".

Não se sabe se o cardeal, que tem cerca de 70 anos, já recebeu alguma vacina contra a Covid-19.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo