sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Moderna com maior risco de miocardite em jovens adultos? EUA analisam

 

As autoridades de saúde estão a estudar casos que apontam para maior risco de miocardite em jovens adultos, especialmente em homens com menos de 30 anos.

© REUTERS/Kai Pfaffenbach


As autoridades de saúde americanas estão investigando casos que apontam que a vacina conta a Covid-19 da Moderna pode estar associada a um maior risco de jovens adultos desenvolverem uma rara doença cardíaca. 

Num relatório publicado nesta quinta-feira pelo Washington Post, e citado pela Reuters, uma fonte defende que é muito cedo para os reguladores chegarem a uma conclusão sobre o tema e é necessário trabalho adicional antes de ser feita qualquer recomendação em relação ao imunizante. 

Lembra a Reuters, que, em junho, foi acrescentado ao folheto informativo das vacinas mRNA da Moderna e da Pfizer uma advertência para um efeito secundário raro de inflamação cardíaca em homens mais jovens. Porém, os reguladores defendem que os benefícios associados às vacinas continuam a superar os riscos.

Equaciona-se que possa estar em causa um risco 2,5 vezes maior de desenvolvimento de miocardite - inflamação cardíaca - nas pessoas vacinadas com o imunizante da Moderna quando comparadas com as que são inoculadas com a Pfizer.

A investigação na qual se baseia o artigo do Washington Post refere-se a dados recolhidos no Canadá e sugere que o risco de miocardite é especialmente elevado em homens com menos de 30 anos

A Reuters tentou contactar a Moderna e a agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (FDA - Food and Drug Administration), mas não obteve resposta até à data. 

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo