sábado, 11 de dezembro de 2021

Presidente de empresa que demitiu 900 pelo Zoom é afastado: 'Efeito imediato'

Vishal Garg demitiu 900 funcionários durante uma reunião via Zoom na semana passada

© ShutterStock


SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O presidente-executivo da Better.com, Vishal Garg, que demitiu 900 funcionários durante uma reunião via Zoom na semana passada, foi afastado da companhia "com efeito imediato", comunicou a empresa.

O comunicado foi enviado na manhã desta sexta-feira (10) para os funcionários, em um email divulgado pelo site Vice. Nesta semana, Garg, que já colecionava críticas por parte de funcionários, havia se desculpado pelo jeito como conduziu a demissão. "Se você está nesta teleconferência, você faz parte do grupo azarado que está sendo demitido", disse Garg ao começar a reunião. A abordagem recebeu inúmeras críticas pela frieza e desrespeito, especialmente perto do Natal.

"Vishal será afastado temporariamente, com efeito imediato. Durante esse período intermediário, Kevin Ryan, como diretor financeiro, administrará as decisões do dia a dia da empresa e se reportará ao Conselho. Além disso, o Conselho contratou uma empresa terceirizada independente para fazer uma avaliação cultural e de liderança", informa o comunicado enviado pela Better.com.

O termo "efeito imediato" foi o mesmo usado pelo presidente-executivo na teleconferência onde ele anunciou as demissões. "Seu contrato aqui foi rescindido. Com efeito imediato", declarou ele.

Garg divulgou uma nota se desculpando pela forma como conduziu a reunião.

"Quero me desculpar pela maneira como lidei com as dispensas na semana passada. Eu falhei em mostrar o respeito e apreço adequados pelos indivíduos que eram afetados e por suas contribuições para a Better.com. Tenho a responsabilidade de realizar as demissões, mas ao comunicá-las, errei na execução", diz ele na nota, de terça-feira (7).

No comunicado, ele afirma ainda que "a forma como comunicou a notícia agravou ainda mais uma situação difícil". "Estou empenhado em aprender com esta situação e fazer mais para ser o líder que vocês esperam que eu seja", escreve ele.

Dentre as razões por trás das demissões, o executivo citou baixo desempenho e produtividade da equipe. Chegou a alegar que os seus funcionários estariam "roubando colegas e clientes" e que trabalhavam "apenas duas horas por dia".

Um dos funcionários demitidos, com mais de 20 anos de empresa, classificou o momento como "surreal". "Foi uma daquelas coisas que você não acredita que vai acontecer", disse Christian Chapman.

Em entrevista à CNN Business, Chapman disse que Garg nem esperou todos os funcionários se logarem e anunciou a demissão em massa em apenas 3 minutos. "Eu tenho 5 filhos, eles estão na escola particular. Precisei ligar para a minha mulher e explicar o que aconteceu, mas eu não entendia o que estava ocorrendo", afirmou o ex-funcionário da empresa.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo