quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

PV anuncia apoio a Lula e aprova federação partidária com PT, PSB e PCdoB

A sigla aprovou a criação de uma federação partidária com PT, PSB e PCdoB

© Getty Images

O Partido Verde (PV) anunciou nesta terça-feira, 21, que vai apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2022. A sigla também aprovou a criação de uma federação partidária com PT, PSB e PCdoB.

A decisão foi tomada em reunião com presidentes estaduais da legenda. Segundo José Luiz Penna, Lula tem sinalizado para a formação de uma frente democrática para "derrotar o autoritarismo" do presidente Jair Bolsonaro (PL), o que torna o partido "francamente favorável" a um apoio ao petista.

"As conversas com Alckmin (para vice) mostram que ele quer montar uma frente democrática para enfrentar o ecocida (Bolsonaro). Ele está propondo não é a candidatura de um partido, ele se coloca numa candidatura de frente democrática, e isso passou a nos interessar", disse Penna ao Broadcast Político.

Ainda segundo ele, o apoio a Lula e à federação vai ser oficializado em reunião da Executiva Nacional do PV, ainda sem data para acontecer. O presidente nacional da sigla também lamentou os rumos da terceira via, que, na avaliação dele, se tornou "muito reacionária".

"Tenho que lastimar porque a terceira via ficou muito para baixo, uma coisa muito reacionária. Entre Moro e esses outros que estão na terceira via, ficou um cenário conservador."

Sobre a federação partidária, Penna afirmou aguardar resposta do PT sobre se vai integrar a composição. "Esperamos que o partido esteja (na federação). Mesmo que não haja a federação com o PT, caminharemos juntos contra o autoritarismo", declarou.

Em seu perfil no Twitter, o ex-deputado Eduardo Jorge, candidato à Presidência da República pela sigla em 2014, manifestou-se contra o anúncio. Ele disse que "nada neste sentido pode ser anunciado sem a obrigatória votação na convenção nacional do PV no próximo ano em junho de 2022. Há outras ideias para o PV nesta eleição". Questionado sobre a discordância, Penna se limitou a dizer: "Toda unanimidade é burra".

Via...Notícias ao Minuto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo