quarta-feira, 13 de abril de 2022

Brasil tem a menor média móvel de casos de covid desde 6 de janeiro

 

O declínio dos indicadores da pandemia ocorre após o surto causado pela Ômicron registrado em janeiro.

© Shutterstock

O Brasil registrou 21.784 novos casos da covid-19 nesta terça-feira, 12. A média móvel de novos casos é de 20.383, este patamar é o menor desde 6 de janeiro, quando o País calculou 17.100. O índice compara os testes para a doença dos últimos sete dias. O declínio dos indicadores da pandemia ocorre após o surto causado pela Ômicron registrado em janeiro. No acumulado, o País contabiliza 30.180.491 de pessoas que já foram infectadas pela doença.

Entre as 20 horas dessa segunda, 11, e o mesmo horário de hoje, 163 pessoas morreram em decorrência da enfermidade. Há 11 dias, a média móvel de óbitos fica abaixo de 200. O índice, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, está em 138. A doença já ceifou a vida de 661.552 brasileiros

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadãog1O GloboExtraFolha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 29.126.303 pessoas estão recuperadas.

O Estado de São Paulo registrou 12 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. O Rio de Janeiro foi o estado com mais vidas perdidas para a doença: 38. Conforme o levantamento, sete estados não registraram óbitos.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Conforme o Ministério da Saúde, o Brasil registrou 22.724 novos casos e mais 166 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 30.183.929 pessoas infectadas e 661.493 óbitos acumulados. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo