sexta-feira, 26 de junho de 2020

Espanhol de 37 anos sai dos cuidados intensivos após 96 dias

O doente foi agora transferido para outro serviço do Complexo Hospitalar de Navarra para prosseguir com a sua recuperação.

© DR
Um homem de 37 anos infectado com o novo coronavírus teve hoje alta dos cuidados intensivos do Complexo Hospitalar de Navarra, no norte de Espanha, após ter passado 96 dias naquela unidade, divulgaram as autoridades locais.


De acordo com o governo regional de Navarra, citado pela agência espanhola EFE, o doente em questão foi admitido na unidade de cuidados intensivos em 23 de março.
Após quase 100 dias de internamento naquela unidade específica, o doente foi agora transferido para outro serviço do Complexo Hospitalar de Navarra para prosseguir com a sua recuperação.
A agência EFE não refere se este doente pertencia a algum grupo de risco ou se tinha alguma doença ou uma pré-condição que pudesse contribuir para o desenvolvimento de formas graves da covid-19.
Na passada terça-feira, o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA) anunciou que vai estudar amostras consecutivamente positivas de doentes com infecção covid-19 "anormalmente longa" para tentar compreender a situação e poder "apoiar a decisão clínica e de saúde pública".
"A existência de muitos casos de infecção atipicamente longos (superiores a três-quatro semanas), identificados laboratorialmente pela persistência de resultados positivos, tem constituído uma preocupação das entidades de saúde pela necessidade de manutenção de um longo confinamento dos infectados no hospital ou em casa", referiu o INSA, num comunicado.
Desde que o novo coronavírus foi detectado na China, em dezembro do ano passado, a pandemia da doença covid-19 já provocou quase 487 mil mortos e infectou mais de 9,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência France-Presse (AFP).
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo