domingo, 19 de julho de 2020

Twitter desativa vídeo de Trump com música dos Linkin Park

A rede social Twitter desativou um vídeo de campanha divulgado pelo Presidente dos Estados Unidos, respondendo ao protesto da banda Linkin Park, que contestou a utilização não autorizada da sua música por Donald Trump

© DR
O vídeo, que tem como trilha sonora o sucesso do grupo "In the end", foi primeiro publicado, na sexta-feira, pelo responsável pelas redes sociais da Casa Branca, Dan Scavino, e republicado por Trump no sábado.

No lugar do vídeo aparece agora a mensagem: "Este meio foi desativado em resposta à denúncia do detentor dos direitos de autor".
A banda rock norte-americana assinalou, em comunicado publicado na rede social Twitter, não ter autorizado o Presidente nem a sua equipe de campanha a utilizarem a sua música.
Os Linkin Park recordam que "não apoiaram e nem apoiam Trump" e adiantam que enviaram uma "carta de notificação".
Vários outros artistas têm-se oposto à utilização da sua música por Donald Trump.
Antes dos Linkin Park, a banda de rock britânica Rolling Stones tinha ameaçado Trump com um processo na justiça caso continuasse a utilizar, em eventos de campanha, a música "You can't always get what you want".
Durante a convenção republicana de 2016, a banda de rock britânica Queen também se opôs à utilização da música "We are the champions", que acompanhava a aparição em cena de Trump.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo