sábado, 18 de julho de 2020

UE critica política de sanções dos EUA

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, criticou hoje a política de sanções do Governo dos EUA, considerando-a contraprodutiva.

© DR
O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, criticou hoje a política de sanções do Governo dos EUA, considerando-a contraprodutiva. "Estou profundamente preocupado com o recurso crescente às sanções, ou à ameaça de sanções, pelos EUA contra as empresas e os interesses europeus", declarou, em comunicado publicado em seu nome durante uma reunião europeia para o relançamento da economia europeia.


"Temos sido testemunhas desta tendência crescente nos casos do Irã, de Cuba, do Tribunal Penal Internacional e, mais recentemente, dos projetos (de gasoduto) Nordstream 2 e Turkstream", sublinhou.
Na quarta-feira, o chefe da diplomacia dos EUA, Mike Pompeo, abriu a via a sanções mais duras para impedir a entrada em serviço do projeto de gasoduto Nordstream 2 entre a Federação Russa e a Alemanha. Estas sanções foram criticadas por Berlim.
O projeto Turkstream deve encaminhar gás russo para a Turquia e a Europa. Foi inaugurado em janeiro pelos presidentes russo, Vladimir Putin, e turco, Recep Tayyip Erdogan.
"Por princípio, a União Europeia opõe-se à utilização de sanções pelos países terceiros contra empresas europeias que exercem atividades legítimas", disse Borrell.
Por outro lado, considerou que "a aplicação extraterritorial de sanções é contrária ao direito internacional".
Borrell disse ainda que "as políticas europeias devem ser determinadas na Europa e não por países terceiros".
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo