terça-feira, 20 de julho de 2021

Bolsonaro diz não estar preocupado em mudar nome do Bolsa Família

Segundo o presidente, o auxílio emergencial custou R$ 700 bilhões em 2020 e provocou endividamento do governo.

© Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não pretende mudar o nome do Bolsa Família para Renda Cidadã, mas apenas aumentar o valor do benefício para no mínimo R$ 300 a partir de novembro.

"É pouco? Sei que é pouco, mas é o que a nação pode dar. Alguns falam em mudar de nome, eu não estou preocupado em mudar de nome, eu quero atender a população", declarou o presidente, que reclamou da "chiadeira" feita com relação ao valor distribuído pelo auxílio emergencial.

Segundo o presidente, o auxílio emergencial custou R$ 700 bilhões em 2020 e provocou endividamento do governo. Previu ainda 22 milhões de pessoas inscritas no Bolsa Família a partir de dezembro, o que classificou como "um número assustador". "A conta é alta, a gente não tem como se endividar mais. Alguém tem que produzir para pagar isso daí", disse ao justificar a impossibilidade de oferecer valores mais elevados do que os R$ 300 propostos.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo