quarta-feira, 13 de abril de 2022

Biden acusa Rússia de genocídio na Guerra da Ucrânia

"Deixaremos os tribunais decidirem internacionalmente se isso se qualifica ou não [como genocídio], mas com certeza parece assim para mim", seguiu o democrata.

© Getty

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos EUA, Joe Biden, descreveu as ações da Rússia na Ucrânia como genocídio durante discurso na noite desta terça (12).

"Chamo de genocídio porque ficou claro que [Vladimir] Putin está tentando acabar com a possibilidade de ser ucraniano, e as evidências se acumulam", declarou Biden a repórteres após um evento em Iowa.

"Deixaremos os tribunais decidirem internacionalmente se isso se qualifica ou não [como genocídio], mas com certeza parece assim para mim", seguiu o democrata.

O crime de genocídio é um dos que está na pauta de instâncias internacionais como o Tribunal Penal Internacional (TPI), que abriu uma investigação sobre possíveis crimes de guerra cometidos pelas tropas de Putin.

Mas Rússia e Ucrânia não são signatárias do Estatuto de Roma, fundador do TPI, o que complica possíveis desdobramentos da investigação, ainda que Kiev tenha permitido que o tribunal atue no país.

O crime de genocídio, segundo as definições mais gerais do direito internacional humanitário, refere-se a ações que têm como objetivo destruir, no todo ou em parte, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso -causar danos físicos ou mentais graves é uma dessas ações.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo