quarta-feira, 13 de abril de 2022

Homem é condenado por matar filho da namorada após semanas de 'crueldade'

O menino de 3 anos morreu em junho de 2018, no Reino Unido

© Reprodução

Nathaniel Pope foi condenado por assassinar um menino de três anos, filho da companheira, após semanas de espancamento "horrendo", infligindo-lhe mais de 20 fraturas de costelas, noticia o The Independent

Kemarni Watson Darby foi encontrado sem vida em casa em West Bromwich, Reino Unido, a 5 de junho de 2018.

Alicia Watson, de 30 anos, mãe do menino, e o seu então parceiro, de 32 anos, negaram as acusações de homicídio e crueldade infantil.

O homem foi hoje condenado por unanimidade por homicídio no Tribunal da Coroa de Birmingham.

A mãe foi ilibada de assassinar o seu filho, mas considerada culpada de ter permitido a morte da criança. Descritos em tribunal como "parceiros no crime", a dupla culpou-se mutuamente apesar de terem continuado vivendo juntos durante vários meses após a morte do menino.

A acusação alegou que Kermani foi fatalmente agredido no apartamento onde tinha sido sujeito a abusos anteriores.

Alicia disse em tribunal que nunca tinha feito mal ao seu filho e que o levou para um atendimento médico apenas horas antes da sua morte, acreditando genuinamente que ele estava doente.

A sentença ainda não foi revelada. 

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo