quarta-feira, 25 de março de 2020

PM vai fichar quem frequentar praias e pontos turísticos no Rio

Em alguns casos de resistência, o cidadão poderá ser preso se frequentar as praias e pontos turísticos

© AgNews
Mesmo com uma crise mundial e milhares de pessoas morrendo em todo o mundo, muitos ainda não se deram conta da gravidade da pandemia do coronavírus. Em algumas cidades do Brasil, governadores decidiram tomarem atitudes mais drásticas para informar a população e também conter a propagação da doença.


No Rio de Janeiro, segundo informações do jornal 'Extra', a PM vai fichar e fotografar pessoas que forem flagradas frequentando praias e pontos turísticos durante o combate ao coronavírus.
Os agentes do Batalhão de Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) já foram instruídos, através de um documento interno da unidade a “abordar e criteriosamente qualificar os usuários das praias e aqueles que estejam concentrados em outras áreas de interesse turístico, assim como tirar foto e encaminhar para o sistema da P-2 (serviço reservado do batalhão)”.
As abordagens serão feitas nas praias de Copacabana e Ipanema, no Pão de Açúcar, no Corcovado, na Região Portuária — nas imediações do Museu do Amanhã, do AquaRio e da montanha-russa RioStar —, na Estrada das Paineiras e na Vista Chinesa.
Inicialmente, as pessoas serão identificadas e fichadas e em caso de reincidência, a pessoa será levada a uma delegacia.
A medida tem como objetivo cumprir o estabelecido no decreto assinado pelo governador Wilson Witzel que proibiu que a população frequente praias, rios, lagos e pontos turísticos do estado durante o combate à epidemia. 
A Polícia Civil afirma que, em caso de condução de pessoas à delegacia, os infratores podem ser autuados em flagrante por crime contra a saúde pública. A pena por "infringir determinação do poder público, destinada impedir introdução ou propagação de doença contagiosa" pode chegar a um ano.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo