domingo, 12 de abril de 2020

117 detidos por desobediência desde a renovação do Estado de Emergência

No mesmo período, foram encerrados 311 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas

© DR
As autoridades portuguesas detiveram 117 pessoas pelo crime de desobediência, desde que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, renovou o Estado de Emergência, no dia 3 de abril e até às 17h00 deste domingo.

Foram assim detidas, nas últimas 24 horas, mais 18 pessoas do que no sábado, dia em que foram registradas 99 detenções.
De acordo com um comunicado enviado às redações pelo ministério da Administração Interna, do total dos 117 detidos,  28 foram por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 55 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, quatro por desobediência de interdição de circulação fora do concelho no período da Páscoa, 11 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, por resistência e 13 por violação da cerca sanitária de Ovar.
No mesmo período, foram encerrados 311 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.
Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, em que se registraram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.
O Ministério da Administração Interna recorda na mesma nota que, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, que é necessário que todos cumpram de forma rigorosa as medidas impostas pelo Estado de Emergência.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo