sábado, 23 de maio de 2020

Diretor de Saúde espanhol alvo de queixa por homicídio negligente

Família de vítima de Covid-19 considera Fernando Simón responsável pela morte de pelo menos 27 mil pessoas. Em causa estão várias diretrizes que alegam ter sido "erróneas e contraditórias"

© DR

Os familiares de uma mulher que morreu com Covid-19 apresentaram esta sexta-feira uma queixa contra o diretor do Centro de Alertas e Emergências de Saúde de Espanha, Fernando Simón, pelo crime de homicídio negligente, de acordo com o La Vanguardia. Os familiares desta vítima responsabilizam Simón pela morte de pelo menos 27 mil pessoas devido ao coronavírus.


VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo