quinta-feira, 28 de maio de 2020

Operação Verde Brasil 2 apreende máquinas, veículos e drogas

Os agentes da ação apreenderam também 206 quilos de pasta base de cocaína e 129 quilos de maconha

© Divulgação
Em apenas 15 dias, os agentes públicos que integram a Operação Verde Brasil 2, deflagrada para combater o desmatamento e o garimpo ilegal na Amazônia Legal, já apreenderam 35 embarcações, 46 caminhões e 23 máquinas pesadas (tratores, escavadeiras e outras máquinas agrícolas) usadas em atividades extrativistas ilegais.


Militares e servidores dos órgãos de governo que participam da ação também apreenderam a 6,3 mil metros cúbicos de madeira extraída irregularmente; além de 206 quilos de pasta base de cocaína e 129 quilos de maconha. Até ontem (26), 29 pessoas já tinham sido presas. E o valor em multas aplicadas já superava os R$ 10,1 milhões.
Coordenada pela vice-presidência da República no âmbito do Conselho Nacional da Amazônia, a Operação Verde Brasil 2 foi deflagrada no último dia 11 para coibir delitos ambientais nos estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) que requisitarem a presença dos militares.
Segundo o Ministério da Defesa, até ontem (26), apenas Acre, Mato Grosso, Pará e Rondônia tinham solicitado o reforço do governo federal.
Além de militares das Forças Armadas, a ação conta com a participação de integrantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).
Só a Força Nacional de Segurança Pública deslocou 90 agentes policiais de tropa federal para apoiar as operações de reconhecimento aéreo, fluvial e florestal.
Com informações da Agência Brasil
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo