terça-feira, 5 de outubro de 2021

EMA aprova terceira dose das vacinas da Pfizer/BioNTech e da Moderna

As duas vacinas podem ser administradas a pessoas com sistemas imunológicos muito frágeis

 

© Piroschka Van de Wouw/Reuters


A Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) aprovou esta segunda-feira a inoculação da terceira dose das vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech e da Moderna.

Num comunicado, o regulador europeu sublinha que as duas vacinas podem ser administradas a pessoas com sistemas imunológicos muito frágeis, pelo menos 28 dias após a toma da segunda dose. 

A EMA explica que esta sua recomendação surge depois de estudos terem demonstrado que "uma dose extra destas vacinas aumenta a capacidade de produzir anticorpos contra o vírus que causa a Covid-19 em pacientes que fizeram transplantes de órgãos e que têm sistemas imunitários frágeis". 

O regulador europeu acrescenta que "embora não haja uma prova direta de que a capacidade de produzir anticorpos nestes pacientes proteja contra a Covid-19, espera-se que a dose extra possa aumentar a proteção em alguns pacientes, pelo menos". 

No entanto, a EMA faz uma distinção entre a terceira dose para as pessoas com sistemas imunológicos frágeis e a dose de reforço para pessoas com sistemas imunitários normais. 

Neste segundo cenário, a EMA frisa que podem ser consideradas as doses de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech para pessoas a partir dos 18 anos, pelo menos seis meses após terem recebido a segunda dose. 

O regulador salienta que a decisão para essas doses de reforço vai ser tomada pelas autoridades de saúde nacionais da União Europeia.


A concluir o comunicado, a EMA destaca que está avaliando dados que justifiquem a dose de reforço da vacina da Moderna. 

Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo