sábado, 9 de outubro de 2021

O risco crescente de uma guerra pela água

 O que pode acontecer quando a demanda superar a oferta?

O risco crescente de uma guerra pela água -

Embora seja um assunto sem muito destaque, a escassez de água é um problema muito real. A ONU e o Banco Mundial prevêem que a seca pode colocar 700 milhões de pessoas em risco de deslocamento até 2030. A escassez de água resulta, em parte, de uma demanda maior que a oferta. E quando se trata de um recurso natural tão vital quanto a água, a escassez pode resultar em conflitos violentos.

Confira esta galeria para saber tudo sobre o risco crescente de guerras por conta da água.

Embora seja um assunto sem muito destaque, a escassez de água é um problema muito real. A ONU e o Banco Mundial prevêem que a seca pode colocar 700 milhões de pessoas em risco de deslocamento até 2030. A escassez de água resulta, em parte, de uma demanda maior que a oferta. E quando se trata de um recurso natural tão vital quanto a água, a escassez pode resultar em conflitos violentos.

Confira esta galeria para saber tudo sobre o risco crescente de guerras por conta da água.

Números -

Hoje, a escassez de água afeta 40% da população mundial e a ONU e o Banco Mundial prevêem que a seca pode colocar 700 milhões de pessoas em risco de deslocamento até 2030.

© <p>Shutterstock</p>

Números crescentes -

De acordo com Charles Iceland, diretor global de água do World Resources Institute, as últimas pesquisas mostram que a violência relacionada à água também está aumentando.

© <p>Shutterstock</p>


Conflito chave -

Uma área particularmente vulnerável a conflitos relacionados à água é a bacia mais ampla do Tigre-Eufrates, que compreende a Turquia, Síria, Iraque e ocidente do Irã.

© <p>Shutterstock</p>


Plano de barragem da Turquia -

Em junho de 2019, a Turquia começou a encher uma represa na origem do Tigre, numa tentativa de garantir seu próprio abastecimento de água. Foi o mais recente desenvolvimento de um plano de longo prazo para construir uma rede de barragens.

© <p>Shutterstock</p>


Impacto no Iraque -

De fato, quando a Turquia começou a encher a barragem em junho de 2019, reduziu pela metade o fluxo de água do rio para o Iraque, que, naturalmente, ficou no meio de uma onda de calor de 50°C.

© <p>Shutterstock</p>


Consequências físicas -

A qualidade da água começou a se deteriorar e em agosto centenas de iraquianos foram internados com erupções cutâneas, dor abdominal, vômitos, diarreia e até cólera.

© <p>Shutterstock</p>


Síria e Curdistão -

Um exemplo dessa complexidade é a seca de cinco anos que afetou a região do Curdistão no Iraque e a Síria, mas só causou o deslocamento em larga escala dos sírios em 2011.

© <p>Shutterstock</p>


Prevenção -

Já que a tecnologia pode ser aproveitada para prever conflitos futuros, você pode pensar que ela também poderia ser usada para evitar que esses mesmos conflitos surjam.

© <p>Shutterstock</p>


Via...Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo