sábado, 28 de março de 2020

Mais de 2.400 pessoas em quarentena obrigatória em 12 hotéis de Macau

A este valor somam-se ainda centenas de pessoas em isolamento domiciliário, indicaram as autoridades de Macau

@DR
Mais de 2.400 pessoas estão de quarentena em hotéis convertidos em centros de isolamento em Macau como medida preventiva face ao surto da covid-19, anunciaram hoje as autoridades do território.


A este valor somam-se ainda centenas de pessoas em isolamento domiciliário, indicaram as autoridades de Macau durante a conferência de imprensa diária do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.
Na sexta-feira, mais 152 pessoas chegaram a Macau, 106 dos quais estudantes, e tiveram de ir para os hotéis designados pelo Governo.
Hoje as autoridades esperam que mais 145 residentes cheguem ao território.
Também hoje, o Governo de Macau anunciou mais um hotel para os residentes cumprirem a quarentena (Hotel Grande Sheraton Macau), elevando assim o total para 12 hotéis para observação médica de 14 dias.
"Estão atualmente reservados 2.000 quartos na área especial de isolamento criada no Hotel Grande Sheraton Macau. O Governo fará uso, para já, de 500 quartos para observação médica em regime de isolamento, procedendo depois a ajustamentos de acordo com a necessidade", lê-se no comunicado divulgado pelo Governo de Macau.
As lojas e os casinos deste enorme complexo vão continuar em funcionamento, explicaram.
Até agora, as autoridades tinham tido dificuldades para encontrarem espaços que possam acomodar milhares de pessoas que regressam ao território e que estão obrigadas a cumprir uma quarentena de 14 dias.
Algo que levou, no início da semana, o líder do executivo do território a avisar as operadoras que exploram o jogo em Macau e possuem 'resorts' integrados a responderem ao desafio de responsabilidade social.
Ainda na conferência de imprensa de hoje, as autoridades indicaram que dos 3.459 casos suspeitos em Macau, 3.411 foram excluídos pelas autoridades, com onze à espera de resultados de análises.
Nas últimas 24 horas foram efetuados 518 testes, sublinharam as autoridades de saúde.
Macau registou mais um caso importado da covid-19, elevando para 35 o número de infetados desde o início da epidemia.
Após Macau ter estado 40 dias sem identificar qualquer infeção, nos últimos 13 dias foram identificados 25 novos casos, todos importados.
Em fevereiro, Macau registou uma primeira vaga de 10 casos da covid-19, já todos com alta hospitalar. Após a deteção de novos casos, as autoridades reforçaram as medidas de controlo e restrições fronteiriças, assim como a obrigatoriedade de quarentena de 14 dias imposta a praticamente todos aqueles que entrem no território.
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 572 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 26.500.
Dos casos de infeção, pelo menos 124.400 são considerados curados.
Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.
O continente europeu, com mais de 318 mil infetados e mais de 18 mil mortos, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 9.134 mortos em 86.498 casos registados até quinta-feira.
A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 4.858, entre 64.059 casos de infeção confirmados até hoje, enquanto os Estados Unidos são desde quinta-feira o que tem maior número de infetados (mais de 94 mil).


VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo