sábado, 7 de agosto de 2021

Anestesista quase mata namorada ao submetê-la a exorcismos com drogas

A namorada do especialista foi sujeita a cerca de 250 destas sessões de exorcismo. Caso ocorreu em Inglaterra.

 

© Humberside Police

Hossam Metwally, um anestesista de 60 anos na Inglaterra, quase matou a namorada de 30, Kelly Wilson, ao submetê-la a cerca de 250 sessões de exorcismo. 

De acordo com a BBC, o homem amarrava a companheira nestas sessões e dava-lhe um cocktail de drogas extremamente perigoso. No último exorcismo que desempenhou, acabou por deixar Kelly em coma, que a levou a ter uma falência total de vários órgãos, em 2019. Contudo, a jovem sobreviveu e o profissional de saúde foi detido. 

Em sua defesa, Hossam disse que estava a tentar expulsar um demónio que possuía a namorada, através de uma forma de exorcismo islâmico que necessita do uso de drogas. 

O caso foi agora noticiado por ter arrancado o julgamento após as restrições provocadas pela pandemia terem adiado as sessões em tribunal. 

"Nunca estive envolvido num caso tão bizarro como este", afirmou em tribunal o juiz responsável pelo processo, Jeremy Richardson, citado pelo Grimsby Telegraph.

O anestesista, que se declarou culpado por fraude, enfrenta, no total, oito acusações que incluem a administração de substâncias ilegais. 

A jovem conheceu Hossam quando estava a estudar para ser enfermeira, tendo mais tarde ido trabalhar para sua clínica em Inglaterra. 

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo