terça-feira, 23 de novembro de 2021

Sobram vagas na área de TI

Mercado ficou ainda mais aquecido com a pandemia e há demandas por profissionais de tecnologia no Brasil e em todo o mundo 


 O crescente uso da tecnologia nos mais variados segmentos da sociedade, tanto nas empresas quanto em domicílios, gerou um crescimento exponencial da busca de profissionais do setor. A pandemia de Covid-19 ainda contribuiu para aumentar a demanda do segmento com o home office. A gerente de Gestão de Pessoas da BHS, Deise Souza, lembra que a TI se tornou imprescindível. “A adoção de ferramentas, sistemas e a importância da segurança de dados gerou uma busca por serviços e profissionais de tecnologia. E não só no Brasil, em todo o mundo. O resultado é que temos sempre vagas, mas não conseguimos preencher todas”, acrescenta.

 De acordo com dados da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), nos quatro primeiros meses de 2021, o setor gerou 69.048 postos de trabalho, um crescimento superior a 300% se comparado ao ano de 2020, quando foram gerados 59.153 postos de trabalho na área. 

A mesma pesquisa mostrou um déficit de 25% em profissionais que trabalham com a Internet das Coisas, 11% em Segurança, 10% em Big Data, 6% em Nuvem e 2% em Inteligência Artificial. Completam a lista profissionais administrativos (19%), de nível técnico (14%), e em outras tecnologias (13%). Até o ano de 2024, o setor pretende contratar 424 mil profissionais, o que significa uma média de contratação anual de 70 mil pessoas.


Deise Souza revela que na BHS, há uma média de 50 vagas abertas mensalmente das mais diversas áreas de conhecimento em tecnologia.  A gerente de Gestão de Pessoas da BHS revela que a formação de profissionais não consegue acompanhar a demanda do mercado. “E não é só no Brasil. É um fenômeno mundial. Para reduzir o déficit das vagas, a BHS cria um ambiente de trabalho atrativo com uma preocupação genuína com as pessoas. Investimos em capacitação e em parcerias com universidades e faculdades.

 Este ano fomos reconhecidos, mais uma vez, como uma das melhores empresas para se trabalhar no país, segundo o Great Place ToWork”.

          Outro atrativo do setor de TI é a remuneração. Conforme o estudo da Brasscom, a média nacional de salários de outros setores é de R$ 1.945, enquanto no segmento de Tecnologia da Informação e Comunicação chega a R$ 4.792. Em serviços de alto valor agregado e software, os rendimentos salariais alcançam o valor de R$ 5.628 mensais.


BHS
          
Com sede em Belo Horizonte (MG), a BHS foi fundada há 26 anos. Atualmente, a empresa conta com mais de 1.200 clientes dentro e fora do Brasil. Por anos consecutivos, a companhia vem sendo reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no país, segundo o Great Place ToWork.


          Hoje, a BHS é uma das únicas cinco empresas latino-americanas detentoras de uma das certificações mais exigentes oferecidas pela Microsoft: a especialização avançada em Adoção e Gestão de Alterações (AdoptionandChange Management). Ao todo, a companhia possui 17 certificações da Microsoft.

Por Cristina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo