quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Carlos Bolsonaro e Marcelo Freixo discutem após prisão de Pezão

A briga começou com o irmão de Carlos, Flávio Bolsonaro

© Tomaz Silva/Agência Brasil
prisão do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, causou uma discussão no Twitter entre o vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente eleito, e Marcelo Freixo (PSOL). As informações são do UOL. 


Tudo começou quando Flávio Bolsonaro, irmão de Carlos, postou na rede social um alerta para o que chamou de "as consequências da corrupção e incompetência do governador Pezão", lembrando ter sido uns dos primeiros a pedir o impeachment do governador fluminense. 
Foi a parte do pedido de afastamento que causou o começo da discórdia. Freixo rebateu a tuíte dizendo que, na realidade, o PSOL que entrou com o pedido primeiro na Alerj e que, em 2014, pediu a cassação da chapa de Pezão. 
Em outra postagem, Freixo escreveu: "Flavio, você também esqueceu de dizer que você apoiou a eleição de Cabral e de Pezão. Você, inclusive, foi do PP de Francisco Dornelles [vice de Pezão]. O que você fez para enfrentar a corrupção de seus antigos aliados? Fácil falar agora, né?". 
Junto com esses tuítes, Freixo postou uma frase que foi falsamente atribuída a Jair Bolsonaro, onde o presidente eleito teria pedido que os eleitores do Rio de Janeiro dessem uma chance e votassem em Pezão. 
Flávio não respondeu, mas Carlos, sim. Também através do Twitter, o vereador escreveu "Por que não me espanto em ver um psolista, o chef(x) [sic] do partido que foi de Adélio divulgando post falso? Isso é PSOL, isso é PT!". Freixo, então, apagou o tuíte com a frase de Jair Bolsonaro, admitiu o erro de ter postado uma notícia falsa, mas não deixou de atacar a família Bolsonaro ao lembrar do apoio dado a Aécio Neves. 
Depois disso, Carlos Bolsonaro tuítou: "quem mandou matar Jair Bolsonaro". "Será que se fazem de idiotas porque foi um ex-membro do PSOL e simpatizante do PT?", lembrando o ataque com faca sofrido pelo pai no dia 6 de setembro, antes do primeiro turno das eleições. 
Via...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo