sábado, 29 de agosto de 2020

Campinas decreta luto de 3 dias após registrar mais de mil mortes

Segundo a prefeitura, 69,74% dos leitos UTI para pacientes com Covid-19 nas redes pública e privada estão ocupados, restando 115 leitos livres.

© DR

AMERICANA, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de Campinas decretou nesta sexta-feira (28) luto oficial de três dias após registrar 1.004 mortes por Covid-19, 14 das quais nas últimas 24 horas.
"O luto oficial é uma maneira de passarmos uma singela homenagem e solidariedade. São falecimentos que causam profunda consternação e tristeza à população", afirmou o prefeito Jonas Donizette (PSB) ao anunciar a decisão.
"É um número simbólico, que nos entristece", declarou também o secretário Municipal de Saúde, Carmino de Souza.
A maioria das vítimas, 821, tinham mais de 60 anos. Até esta sexta a cidade, que está na fase amarela no Plano SP de reabertura da quarentena, registrava ainda 27.330 casos confirmados da doença e outros 608 em investigação. Há 16 mortes suspeitas.
Segundo a prefeitura, 69,74% dos leitos UTI para pacientes com Covid-19 nas redes pública e privada estão ocupados, restando 115 leitos livres.
Inquérito sorológico divulgado na semana passada mostrou que 3,68% da população de Campinas – 45 mil pessoas – havia se infectado pelo novo coronavírus.
Nesta sexta, o governador João Doria (PSDB) afirmou que o estado de São Paulo iniciou a descida do platô no número de casos e mortes de coronavírus.
As mortes caíram pela terceira semana consecutiva, segundo o governo. Na última semana epidemiológica, a média diária de novos óbitos foi de 205, contra 230 na anterior. Em novos casos, a média diária passou de 7.388 para 7.042.
Também houve redução no número de internações, que passaram de 1.550 para 1.398, na média diária da última semana.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo