segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Problema técnico do ministério atrasa contagem; média móvel fica em 338 óbitos

No total, o País tem 5.675.766 casos confirmados e 162.638 mortes desde o início da pandemia.


© Reuters

O Brasil registra nesta segunda-feira, 9, uma média móvel de 338 óbitos por dia por causa da covid-19, número que compila dados dos últimos sete dias. Nas últimas 24 horas foram contabilizados mais 15.211 casos e 264 mortes, segundo levantamento feito por EstadãoG1O GloboExtraFolha e UOL junto às secretarias estaduais de saúde.

No total, o País tem 5.675.766 casos confirmados e 162.638 mortes desde o início da pandemia. Os estados do Amapá e São Paulo não tiveram novas atualizações dos dados nesta segunda. Dados de mortes do Rio de Janeiro e Minas Gerais também estão zerados por problemas no sistema. O Rio atualizou o número de novos casos (405), mas disse que o total de óbitos será computado quando o sistema do Ministério da Saúde voltar ao normal. No caso do Amapá, o abastecimento de informações tem sido afetado pelo blecaute que atinge o Estado.

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo informou nesta segunda-feira, 9, que não consegue acessar os dados completos sobre o coronavírus. De acordo com a pasta, desde a última quinta-feira, o sistema do Ministério da Saúde está com problemas.

Já o Ministério da Saúde admitiu que está com problema em seu sistema de informações dos dados sobre o coronavírus. A pasta informou por meio de nota que alguns dos números sobre a doença não são atualizados desde a última quinta-feira, 4.

Segundo comunicado, a pasta já "restabeleceu parte do sistema de informações" e "segue monitorando as demais páginas que ainda não estão totalmente normalizadas e podem, eventualmente, precisar de ajustes". Ainda, acrescentou que alguns serviços, como "painéis e portais apresentados pelo LocalizaSUS podem se encontrar temporariamente indisponíveis, devido as ações do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) para normalizar o sistema".

O problema também influenciou diretamente no acompanhamento do número de recuperados, que está estacionado em 5.064.344 desde a semana passada.

De acordo com contagem da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o terceiro país mais afetado pela pandemia em número de contaminados, atrás de Estados Unidos e Índia, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País está em segundo lugar com mais mortos.

De acordo com o Ministério da Saúde, 10.917 novos casos de covid-19 e 231 mortes foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva os totais para 5.675.032 e 162.628, respectivamente. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo