terça-feira, 9 de novembro de 2021

Gol tem prejuízo após participação minoritária de R$ 2,5 bilhões no 3º trimestre

A receita líquida alcançou R$ 1,9 bilhão no terceiro trimestre, um aumento de 96,4% em relação a igual período de 2020, quando a pandemia ainda atingia fortemente o setor de aviação

© Shutterstock


A Gol registrou um prejuízo líquido após participação minoritária de R$ 2,5 bilhões no terceiro trimestre do ano, ante resultado negativo de R$ 1,7 bilhão em igual período do ano passado, informou a companhia em balanço enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira, dia 9.

Já o Ebitda do trimestre foi negativo, de R$ 370,7 milhões, ante resultado negativo de R$ 304,1 milhões no mesmo período do ano anterior. No critério ajustado, a companhia reportou Ebitda de R$ 464,7 milhões, ante R$ 284,1 milhões um ano antes. Com isso, a margem Ebitda ajustada foi de 24,3% de julho a setembro, queda de 4,8 pontos porcentuais na mesma base de comparação.

A receita líquida alcançou R$ 1,9 bilhão no terceiro trimestre, um aumento de 96,4% em relação a igual período de 2020, quando a pandemia ainda atingia fortemente o setor de aviação.

Retomada

A Gol também divulgou novas projeções financeiras para o quarto trimestre de 2021, quando espera alcançar liquidez de R$ 3,8 bilhões e R$ 15,8 bilhões em dívida líquida ajustada. A alavancagem deve ficar em torno de 5,2 vezes. A empresa estima Ebitda em torno de R$ 800 milhões entre outubro e dezembro e Capex ao redor de R$ 400 milhões.

Em comunicado enviado à CVM, a empresa afirma que espera um ritmo crescente de retomada nos últimos três meses do ano, apoiada pelo crescimento da taxa de vacinação no País, a entrada na alta temporada de verão, e o retorno dos voos internacionais.

"Dessa forma, a capacidade planejada para o período apresentará aumento de 29% ante igual período de 2020", informa. Para adequar a operação aos patamares atuais de demanda, a Gol terá no final do período 102 aeronaves operando em sua malha, que representará 112% da frota média operada em igual etapa do ano passado e 36% maior em relação ao terceiro trimestre.

A companhia espera receita do programa de fidelidade acima de R$ 600 milhões no quarto trimestre e aumento da receita consolidada de aproximadamente 40% comparada com o mesmo período do ano anterior. A receita operacional líquida deve ser de R$ 2,6 bilhões, com outras receitas (carga, fidelidade, etc) representando cerca de 8%.

"Estimamos que o programa de fidelidade irá atingir um faturamento bruto superior a R$ 2,5 bilhões em 2022", informa a Gol. A empresa trabalha com uma previsão alta de 2,6% do PIB no quarto trimestre ante um ano.

 Via...Notícias ao Minuto  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo