segunda-feira, 14 de março de 2022

Novo código 0303 deve transformar mercado de telemarketing, diz Reclame Aqui

O telemarketing terá de se reinventar para chegar até os consumidores.

© Shutterstock

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As empresas de telemarketing devem enfrentar nos próximos meses uma transformação de suas operações com a entrada em vigor do prefixo 0303 nas ligações, que permitirá ao consumidor identificar, antes de atender, que se trata de uma chamada indesejada.

Segundo levantamento do Reclame Aqui com 1.600 entrevistados, cerca de 70% das pessoas nunca atenderiam o telefone se soubessem que era telemarketing. Mais de 60% dizem preferir mensagens de texto.

"Essa é uma conquista para o consumidor que vem sendo importunado nos últimos anos por ligações indevidas e não solicitadas de empresas de telemarketing, a ponto de abandonar o hábito de atender ligações", afirma Edu Neves, presidente do Reclame Aqui.

Ele diz que a maior parte das grandes empresas já têm investido em outras formas de contato, como mensagem e email, antes de ligar. Mas avalia que o telemarketing terá de se reinventar para chegar até os consumidores.

Segundo Neves, o modelo atual acabaria elevando o custo operacional e de aquisição de novos clientes pelas empresas
"Agora é pagar para ver se as empresas não usarão outros números, e se o consumidor vai mudar o hábito e passar a respeitar as empresas que operam segundo a nova regra", diz.

Definida em dezembro, a nova norma da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que entrou em vigor na última quinta-feira (10), vale para empresas que usam o celular para fazer contato com o cliente.

Em junho, será a vez de quem usa telefone fixo colocar o 0303 na frente do número quando houver telemarketing ativo. O objetivo padronizar a numeração e servir como ferramenta para o consumidor na identificação das chamadas, segundo a agência reguladora.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo