terça-feira, 28 de junho de 2022

Oitavas de final da Libertadores escancara domínio de Brasil e Argentina

O Brasil tem como representantes Athletico-PR, Atlético-MG, Fortaleza, Palmeiras, Flamengo e Corinthians

© Divulgação/Conmebol Libertadores

A fase de mata-mata da Copa Libertadores da América começa nesta terça-feira e vê o domínio dos dois gigantes do continente. Os clubes brasileiros e argentinos são 12 das 16 equipes nas oitavas de final. Os intrusos são dois paraguaios (Cerro Porteño e Libertad), um equatoriano (Emelec) e um colombiano (Tolima).

O Brasil tem como representantes Athletico-PR, Atlético-MG, Fortaleza, Palmeiras, Flamengo e Corinthians. A Argentina conta com River Plate, Boca Juniors, Vélez Sarsfield, Talleres, Colón e Estudiantes.

A maior presença resulta em títulos. O último campeão sem ser brasileiro ou argentino foi o Atlético Nacional, da Colômbia, em 2016. Depois disso, Grêmio (2017), River Plate (2018), Flamengo (2019) e Palmeiras (2020 e 2021) ficaram com o troféu mais cobiçado da América. No total são 21 títulos para o Brasil e 25, da Argentina.

Vale lembrar que, desde 2017, a Conmebol implementou algumas mudanças no formato do torneio e, com isso, o Brasil ganhou mais duas vagas, passando a ter sete representantes na competição continental. Países como Argentina, Colômbia e Chile também foram beneficiados e ganharam uma cada.

Para Júnior Chávare, ex-dirigente de Grêmio, Atlético/MG, Bahia e São Paulo, esse domínio é justificado pelo foco dos brasileiros na Libertadores. "Nos últimos 15 anos, os clubes brasileiros começaram a se importar cada vez mais com esse torneio. Isso na Argentina e Uruguai já era muito comum", afirmou.

Outro motivo atribuído por Chávare é o fato de que outros países tradicionais perderam força na competição nos últimos anos, como o Uruguai, que tem oito títulos de Libertadores e não tem um time campeão desde 1988. "O Uruguai nem sempre está conseguindo fazer grandes participações, em virtude de uma crise técnica que o país atravessa. O país também tem dificuldade em manter seus principais jogadores, o que diminui a competitividade das principais equipes."

Além das equipes tradicionais, o Brasil também tem um novato entre os representantes das oitavas de final. O Fortaleza fez história ao avançar de fase em sua primeira participação. O presidente Marcelo Paz comemora o feito.

"Foi um orgulho gigantesco para os torcedores o Fortaleza avançar de fase. Até porque esta foi a primeira vez que o clube disputou o torneio e nós caímos em um grupo muito difícil, tendo que jogar contra times tradicionais e vitoriosos na competição, como River Plate e Colo-Colo", afirmou o dirigente. "A maneira com que conseguimos a classificação foi histórica. Vencemos um gigante fora de casa, que tinha o favoritismo, já foi campeão e tem mais de 200 jogos no torneio. Além disso, jogamos com coragem, imposição e fazendo quatro gols."

OITAVAS DA LIBERTADORES

Libertad-PAR x Athletico-PR

Flamengo x Tolima-COL

River Plate-ARG x Vélez-ARG

Atlético-MG x Emelec-EQU

Palmeiras x Cerro Porteño-PAR

Colón-ARG x Talleres-ARG

Boca Juniors-ARG x Corinthians

Estudiantes-ARG x Fortaleza

COPA SUL-AMERICANA

Na segunda competição mais importante da América do Sul, o Brasil também se faz presente. São cinco representantes na Copa Sul-Americana: Atlético-GO, Ceará, Internacional, Santos e São Paulo.

Mais valorizada pelos clubes brasileiros, a atual edição teve um aumento na premiação e consolidou um novo formato de disputa. No fim do ano passado, a Conmebol acrescentou US$ 1 milhão (R$ 5 milhões) no prêmio do campeão, que vai receber até US$ 6,8 milhões (R$ 35 milhões). Além disso, esta será a segunda edição com a mudança na fórmula da competição, que passou a ser dividida em três fases: preliminar, de grupos e mata-mata.

Entre os brasileiros que disputam a competição este ano, Internacional e São Paulo são os únicos que já levantaram o troféu. O time gaúcho foi o primeiro brasileiro campeão da Sul-Americana, ao bater o Estudiantes, da Argentina, na final de 2008.

Alessandro Barcellos, presidente do Inter, admite que o torneio será uma das prioridades do clube neste segundo semestre. "Temos consciência de que será uma competição muito equilibrada, mas iremos em busca dessa conquista e será junto com o Campeonato Brasileiro, uma das grandes prioridades nesta temporada. Além do torneio ser um caminho mais rápido para conseguir uma vaga na próxima Libertadores, é uma possibilidade de título."

Rui Costa, diretor-executivo do São Paulo, também ressalta o crescimento da competição nos últimos anos. "Os clubes brasileiros passaram a valorizar mais este torneio, principalmente por conta das mudanças na premiação, que proporcionam um montante maior de dinheiro ao campeão. O formato de disputa também tornou a competição mais atraente."

OITAVAS DA SUL-AMERICANA

Santos x Deportivo Táchira (VEN)

Unión Santa Fé (ARG) x Nacional (URU)

São Paulo x Universidad Católica (CHI)

Internacional x Colo-Colo (CHI)

Melgar (PER) x Deportivo Cali (COL)

Ceará x The Strongest (BOL)

Atlético-GO x Olimpia (PAR)

Lanus (ARG) e Independiente del Valle (COL)

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo