domingo, 31 de julho de 2022

Tensão sobe entre Kosovo e Sérvia, aliada de Putin nos Bálcãs

O governo sérvio, aliado de Vladimir Putin, tem usado uma retórica belicista ante novas propostas kosovares de restrição do trânsito na fronteira entre os dois países.

© Getty Images


IGOR GIELOW
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sirenes antiaéreas soaram na noite deste domingo (31), ainda tarde no Brasil, no norte de Kosovo, antiga província iugoslava que virou um país após ser apoiada em uma breve guerra criticada pela Rússia em 1999.

 O governo sérvio, aliado de Vladimir Putin, tem usado uma retórica belicista ante novas propostas kosovares de restrição do trânsito na fronteira entre os dois países -nacionalistas na Sérvia, principal herdeira da Iugoslávia, continuam tratando o vizinho como um domínio perdido.

Um deles, o político Vladimir Dukanovic, disse no Twitter que "tudo indica que a Sérvia será obrigada a começar a desnazificação dos Bálcãs", um tom muito próximo do de Putin ao justificar a Guerra da Ucrânia.

A essa altura, uma guerra colateral na fronteira sul europeia seria tudo o que a Otan não precisa, dados os desafios logísticos de armar Kiev sem se envolver diretamente no conflito com Moscou.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo