domingo, 23 de fevereiro de 2020

Celebrações de Carnaval banidas na Itália por causa do novo coronavírus

Duas pessoas morreram nas últimas 24 horas em Itália, na sequência da infeção por Covid-19. Autoridades italianas estão a alargar medidas preventivas

@DR
Em todas as zonas no norte de Itália em alerta máximo e com aviso de reclusão, por causa dos casos de infecção por coronavírus Covid-19, foram banidas todas as atividades públicas durante uma semana, incluindo as celebrações de Carnaval, missas e eventos desportivos.
Reporta a AFP que em Codogno [na imagem], por exemplo, as ruas estão quase desertas e restam poucos estabelecimentos em funcionamento depois do mayor ter decretado reclusão temporária para os cerca de 15 mil habitantes, na sexta-feira. Naquela cidade italiana um homem de 38 anos está nos cuidados intensivos e a sua mulher grávida, assim como outro homem, testaram positivo para o vírus.
Um homem e uma mulher morreram nas últimas horas devido ao coronavírus e foram registrados 26 casos na Lombardia e dois no Veneto. Além destes, três outras pessoas estão internadas há várias semanas num hospital de Roma.
Como medida de precaução, o Ministério da Saúde italiano decretou o encerramento de bares, escolas e outros locais públicos em pelo menos nove cidades da Lombardia e uma na zona de Veneto, medidas que foram entretanto alargadas.
O número de vítimas mortais resultantes deste surto viral, que teve como epicentro a cidade de Wuhan, no centro da China, situa-se, nesta altura, nos 2.345, dentro do país. Registraram-se mais três mortes nas províncias ou regiões administrativas de Hebei, Xangai e Xinjiang.
Além dos 2.345 mortos na China continental, morreram cinco pessoas no Irão, três no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, duas na Coreia do Sul, uma nas Filipinas, uma em França, uma em Taiwan e duas em Itália.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo