quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Polícia Civil prende 2.112 pessoas em megaoperação nacional nesta quarta (17)

A ação reuniu 9.700 profissionais.

© PixaBay


(FOLHAPRESS) - Polícias civis dos 26 estados e do Distrito Federal participaram de uma operação nacional chamada "Voleur" nesta quarta-feira (17). A ação teve como objetivo combater crimes patrimoniais, como roubo, furto e receptação, com foco especial em coibir a subtração de aparelhos de celular e resultou na prisão de 2.112 pessoas. Somente no território paulista foram presos 367 suspeitos.

A ação reuniu 9.700 profissionais. As Polícias Civis ainda cumpriram 978 mandados de buscas e apreensões em todos os estados. Houve ainda a recuperação de 1.517 aparelhos celulares e as apreensões de 289 armas de fogo, 3.826 munições e 385 veículos. Durante a operação, também foram apreendidos 146 adolescentes.

De acordo com a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo), somente no território paulista, participaram da megaoperação 3.030 policiais civis, com apoio de 1.270 viaturas, para o cumprimento de 279 mandados de prisão e 254 de busca e apreensão.

Como resultado, 367 pessoas foram presas em cumprimento a ordens judiciais e flagrantes, e 27 adolescentes apreendidos. Além disso, também foram apreendidos 85 veículos, 23 armas de fogo e 354 munições, bem como foram recuperados 643 celulares.

"O Conselhos dos Chefes de Polícia, por meio do Comitê Permanente de Análise e Repressão a crimes contra o patrimônio, traçou essa operação com todos os estados para fazer frente a esses delitos e prestar contas sobre a repressão qualificada e resultados das investigações desenvolvidas pela Polícia Civil", disse o delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso e vice-presidente do Concpc (Conselho Nacional dos Chefes de Polícia), Mário Dermeval Aravéchia de Resende, que coordenou a operação.

Via...Notícias ao Minuto   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo